Alagoas deixa legado durante ​​Jogos da Juventude Carbono Neutro

Texto de Manuella Nobre

Além das medalhas e superação dos índices, atletas escrevem mais um importante capítulo na história dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs), em Brasília-DF. Duas mil e duzentas mudas de espécies nativas do cerrado serão plantadas na Escola da Natureza, no Parque da Cidade, que receberá o nome de Bosque dos Atletas, tornando este o primeiro evento Carbono Neutro na maior competição desportiva do país.

Alagoas garantiu sua participação nesta importante ação de sustentabilidade com os atletas Raphael Lucas Acioly da Silva, do Colégio D’Lins, e Laura Leticia Amaral Barbosa, do Centro Educacional de Coruripe, além do chefe da delegação, Emanuel Amaral.

O plantio contou com a participação dos embaixadores dos JEJs: Caio Bonfim (atletismo), Emanuel Rego (vôlei de praia), Erika Miranda (judô), Fabiana da Silva (badminton), Francielly Pereira (ginástica rítmica), Henrique Avacini (ciclismo), Hugo Hoyama (tênis de mesa), Laís Nunes (luta olímpica) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo).

De acordo com a coordenadora de sustentabilidade dos JEJs, Beatriz Yu Marins, a ação tem valor inestimável para o planeta, sobretudo para a região, que sofreu recentemente com incêndio criminoso que comprometeu cerca de 26% de vegetação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, declarado patrimônio natural da humanidade, pela Unesco.

Veja também  Técnicos de hospitais da Sesau são capacitados sobre descarte de resíduos

“Com esse plantio, mostramos nosso respeito a esse bioma e reverenciamos a importância da preservação e restauração da nossa fauna e flora brasileira”, afirma Beatriz.

Ainda neste programa, outras ações de sustentabilidade acontecem durante toda a competição, como coleta seletiva, que acontece no restaurante oficial e nas dependências do Centro de Convenções, além de coleta de todos os anéis (lacres) das latinhas de suco e refrigerantes, que serão recolhidos e depois convertidos em cadeiras de rodas e medicamentos para pacientes em processo de quimioterapia.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: