Alagoas imunizou 96% dos socioeducandos contra vírus da H1N1

Texto de Victor Brasil

Faltando pouco menos de um mês para a chegada do inverno, em 21 de junho, a necessidade de adesão à vacinação contra a gripe é redobrada. A estação mais fria do ano favorece a circulação do vírus, principalmente da Influenza, que pode causar inúmeras vítimas.

Alerta sobre estas questões, a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) intensificou o cronograma de vacinação dos socioeducandos, alcançando uma marca de 96% dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas imunizados.

Segundo a superintendente de Medidas Socioeducativa da Seprev, Denise Paranhos, o acesso à saúde é um dos diretos do adolescente em medidas socioeducativas. “É exatamente por isso que todos os anos fazemos questão de abrir um cronograma de vacinação e garantir a promoção da saúde dos socioeducandos e também das pessoas que trabalham diretamente com eles”, disse.

De acordo com a supervisora de Saúde da superintendência de Medidas Socioeducativas, Clarice Damasceno, a campanha demonstrou a preocupação da Unidade de Saúde em imunizar os adolescentes. “A campanha foi ótima e teve por meta mostrar a importância da conscientização e prevenção de doenças. Temos como função tentar ao máximo eliminar qualquer desvio que possa colocar em risco a saúde de adolescentes e socioeducadores”, disse.

Veja também  Maragogi e região Norte têm ensino técnico fortalecido

A gripe influenza é causada por um vírus que tem distribuição global. Estima-se que de 5 a 15% da população seja atingida pela doença e que existam de três a cinco milhões de casos graves, ocasionando em torno de 250 a 500 mil mortes por ano em todo o mundo.

Fonte: Agência Alagoas
Compartilhe: