Arsal inspeciona manutenções realizadas em postos de GNV na capital

Texto de Vanessa Alencar

As manutenções preventivas realizadas durante o mês de agosto pela Gás de Alagoas S.A (Algás) em postos de combustíveis de Gás Natural Veicular (GNV) nos bairros Farol, Barro Duro e Jacintinho, em Maceió, foram acompanhadas e fiscalizadas  por técnicos da Gerência de Gás Natural da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal).

Os técnicos inspecionaram, entre outros pontos, o estado e o funcionamento de válvulas, equipamentos e filtros, a existência e o reparo de vazamentos, calibração e substituição de peças desgastadas ou corroídas, a execução de serviços de limpeza e conservação das estações. Não foi constatada nenhuma irregularidade no funcionamento dos equipamentos vistoriados.

“A manutenção preventiva é a melhor forma de garantir o pleno funcionamento do sistema de distribuição de gás natural, reduzindo a probabilidade de falhas e desgaste de equipamentos, minimizando a ocorrência de incidentes e garantindo a segurança e continuidade do fornecimento de gás natural”, destacou a gerente de Gás Natural da Arsal, Clara Alves.

Rotineiras, as manutenções são de responsabilidade da Algás, que deve planejar e executar os procedimentos seguindo as especificações exigidas pela Agência Reguladora nas Normas Gerais de Fornecimento de Gás Canalizado no Estado.

Veja também  Sesau alerta sobre os riscos do sexo sem proteção na adolescência

Outras fiscalizações e números

Em agosto também foram fiscalizadas obras de montagem de rede de distribuição de gás natural em Maceió e o avanço da construção do gasoduto Penedo-Arapiraca.  A Arsal checou ainda a qualidade do atendimento da Algás em 30 unidades consumidoras, inspecionou a substituição de equipamentos de medição em cerca de 60 usuários dos segmentos residencial e comercial e acompanhou, diariamente, as análises laboratoriais realizadas em amostras de gás natural.

Em Alagoas, a rede de distribuição do produto atende a 8.676 unidades consumidoras no segmento residencial (prédios, residências e condomínios); 580 estabelecimentos comerciais; 32 indústrias, cinco unidades de cogeração e 31 postos automotivos, em Maceió, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, Pilar, Marechal Deodoro, Atalaia, Penedo e Satuba.

Para denúncias, reclamações ou sugestões, os usuários do gás natural podem ligar gratuitamente para a Ouvidoria da Arsal: 0800-284-0429, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; comparecer à sede da Agência (Rua Cincinato Pinto, Edf. Ipaseal, 226, Centro, Maceió); ou acessar a página eletrônica www.arsal.al.gov.br e clicar no banner “Ouvidoria Online”.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: