Arsal inspeciona manutenções realizadas em postos de GNV na capital

Texto de Vanessa Alencar

As manutenções preventivas realizadas durante o mês de agosto pela Gás de Alagoas S.A (Algás) em postos de combustíveis de Gás Natural Veicular (GNV) nos bairros Farol, Barro Duro e Jacintinho, em Maceió, foram acompanhadas e fiscalizadas  por técnicos da Gerência de Gás Natural da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal).

Os técnicos inspecionaram, entre outros pontos, o estado e o funcionamento de válvulas, equipamentos e filtros, a existência e o reparo de vazamentos, calibração e substituição de peças desgastadas ou corroídas, a execução de serviços de limpeza e conservação das estações. Não foi constatada nenhuma irregularidade no funcionamento dos equipamentos vistoriados.

“A manutenção preventiva é a melhor forma de garantir o pleno funcionamento do sistema de distribuição de gás natural, reduzindo a probabilidade de falhas e desgaste de equipamentos, minimizando a ocorrência de incidentes e garantindo a segurança e continuidade do fornecimento de gás natural”, destacou a gerente de Gás Natural da Arsal, Clara Alves.

Rotineiras, as manutenções são de responsabilidade da Algás, que deve planejar e executar os procedimentos seguindo as especificações exigidas pela Agência Reguladora nas Normas Gerais de Fornecimento de Gás Canalizado no Estado.

Veja também  Seris orienta instituições para execução das penas e medidas alternativas

Outras fiscalizações e números

Em agosto também foram fiscalizadas obras de montagem de rede de distribuição de gás natural em Maceió e o avanço da construção do gasoduto Penedo-Arapiraca.  A Arsal checou ainda a qualidade do atendimento da Algás em 30 unidades consumidoras, inspecionou a substituição de equipamentos de medição em cerca de 60 usuários dos segmentos residencial e comercial e acompanhou, diariamente, as análises laboratoriais realizadas em amostras de gás natural.

Em Alagoas, a rede de distribuição do produto atende a 8.676 unidades consumidoras no segmento residencial (prédios, residências e condomínios); 580 estabelecimentos comerciais; 32 indústrias, cinco unidades de cogeração e 31 postos automotivos, em Maceió, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, Pilar, Marechal Deodoro, Atalaia, Penedo e Satuba.

Para denúncias, reclamações ou sugestões, os usuários do gás natural podem ligar gratuitamente para a Ouvidoria da Arsal: 0800-284-0429, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; comparecer à sede da Agência (Rua Cincinato Pinto, Edf. Ipaseal, 226, Centro, Maceió); ou acessar a página eletrônica www.arsal.al.gov.br e clicar no banner “Ouvidoria Online”.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: