Candidatos do concurso do CBMAL buscam estabilidade profissional

Texto de Alan Fagner

O dia 28 de outubro é o dia do servidor público. É o dia de parabenizar todos aqueles que direta ou indiretamente contribuem para a qualidade de vida de toda a sociedade, que fazem do seu trabalho um ato diário de dedicação ao bem-estar comunitário. Este ano, a da de 28 de outubro, também foi o dia em que milhares de pessoas prestaram concurso público para ingresso no Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) e, assim, também se tornarem servidores públicos.

Muitos candidatos revelam que a motivação para prestar o concurso do CBMAL, possui duas respostas praticamente unanimidades entre os candidatos: “adquirir estabilidade profissional e o desejo de servir a sociedade”. Esse é o perfil de boa parte daqueles que realizaram a prova no sábado, 28, para oficial combatente, e domingo, 29, para soldado combatente.

Elynne Joyce, 20, de Maceió, é uma dessas pessoas e esperava há algum tempo pelo edital. Mesmo antes de sua publicação, já se dedicava aos estudos para estar preparada para esse momento.“Vi ano passado na televisão que ia abrir o edital em 2017 e já comecei a procurar por cursinhos”, disse. Ela também conta que fez as duas provas, para oficial combatente e para soldado combatente, por ser o serviço de bombeiro uma área que gosta bastante e ter familiares militares. “É o meu sonho, passar em um concurso público e se for na carreira militar, melhor ainda”.

Esse também é o sonho de Emanoel Francisco, 25, do município de Satuba. A estabilidade financeira e a carreira militar são para ele os grandes atrativos do concurso para o CBMAL. “Fazer parte do Corpo de Bombeiros representaria, para mim, estabilidade e a realização do sonho de ser bombeiro”, disse. O jovem relata que se preparou em casa e que não descuidou da parte física, se exercitando todos os dias.

Concluinte do curso de engenharia civil, George Soares, 25, veio de Recife para tentar garantir uma vaga no CBMAL. A estabilidade e a identificação com o Corpo de Bombeiros foram suas principais motivações. “Me inscrevi pela situação econômica do país e falta de oportunidade de emprego, além disso, por meio do concurso posso garantir minha estabilidade financeira e sendo no Corpo de Bombeiros, seguir uma carreira na qual me identifico”, revelou.

Veja também  Seduc divulga segunda convocação de professores temporários e auxiliares

Ele conta que se preparou em casa, com vídeos aulas e que já consegue realizar o teste de aptidão física (TAF) sem dificuldade, pois vem treinando há algum tempo por estar na expectativa de ser chamado para outro concurso. “Estou como excedente no concurso do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco e só estou aguardando que o governo faça uma nova chamada”.

O concurso para oficial bombeiro militar não é só desejo para quem está de fora da corporação, é também uma oportunidade para que praças possam ascender na carreira mais rapidamente. Com isso, dezenas de bombeiros entre soldados, cabos e sargentos, também tentaram conquistar uma das dez vagas do Curso de Formação de Oficiais (CFO) por meio da prova realizada no sábado, 28.

Esse é o caso do cabo Rodolfo Marcelo, da Superintendência de Ensino e Pesquisa (SEP), que mais do que ascender profissionalmente, deseja fazer a diferença em prol do Corpo de Bombeiros e da sociedade.

“Durante 11 anos de bombeiro eu me reinventei como profissional e como ser humano. Como praça, fiz muita coisa em prol do próximo e aprendi muito. A vontade de fazer CFO é a vontade de fazer mais pela sociedade e de ajudar a corporação a crescer”, afirmou o militar.

Ele conta que os oficiais exercem papel fundamental na instituição, seja na gestão ou na tomada de decisões e que agora ele deseja contribuir ainda mais como oficial.

“O CBMAL representa a realização de um sonho em poder integrar uma instituição de respeito perante a comunidade e que ajuda o próximo sem Medir esforços. Quero muito passar”, declarou o candidato.

As provas são apenas a primeira etapa do concurso que contará ainda com avaliação médica e teste de aptidão física. Ainda não há previsão de data para realização das demais etapas.

Fonte: Agência Alagoas
Compartilhe: