Centenário de Teotônio Vilela é comemorado com lançamento de livro

Texto de Renata Arruda

Em continuidade às comemorações relativas aos 200 anos de emancipação política de Alagoas, o Governo de Alagoas promoveu, no domingo (28), o lançamento do livro ‘Senhor República’, de autoria do jornalista Carlos Marchi, e a obliteração, pelos Correios, de um selo comemorativo, que marcam o centenário de nascimento do senador Teotônio Vilela.

Para o secretário de Estado da Comunicação, Enio Lins, incluir o Menestrel das Alagoas nas programações do bicentenário reafirma o reconhecimento de sua alagoanidade e de sua luta pela redemocratização no Brasil.

“Nos sentimos honrados por poder incorporar um personagem tão rico à alagoanidade na agenda do bicentenário. É uma grande figura ética da política brasileira e nos serve de exemplo até hoje”, afirmou Lins.

O evento contou com a presença de diversas personalidades na sede da Fundação Teotônio Vilela, no bairro do Jaraguá, em Maceió.

Durante a solenidade, representantes dos Correios entregaram os primeiros selos aos filhos do Menestrel Janice Vilela, presidente da Fundação; Teotonio Vilela Filho, ex-governador de Alagoas, Elias Vilela e Maria Helena Vilela, aos netos Pedro Vilela, deputado federal, Teotonio Vilela Neto, Arthur e Matheus Vilela, a Enio Lins, secretário de Estado da Comunicação, e ao ex-secretário do Gabinete Civil Álvaro Machado.

Veja também  Biblioteca Pública Estadual inicia fase de implantação de sistema de empréstimos de livros

“Teotônio saiu da Viçosa e se tornou o Dom Quixote do Brasil, pregando paz e liberdade, escrevendo grande parte da história democrática do Brasil”, afirmou a presidente da Fundação, Janice Vilela.

O livro ‘Senhor República’ pode ser encontrado nas livrarias Leitura de todo o Brasil.

“Teotonio se foi, mas ele é como um rio. Suas ideias estão vivas e correm. Estamos aqui para também disseminar suas ideias para todo o Brasil”, enfatizou Marchi, autor do livro.

A empresa de publicidade Chama doou a arte para o selo; a gráfica Jaraguá presenteou a fundação com marcas-livros, contendo as artes do centenário e dos 200 anos de Alagoas, e a Paz Comunicação criou a logomarca dos 100 anos do velho Menestrel.

De acordo com Janice Vilela, a fundação vai continuar preservando e divulgando a trajetória política de Teotônio Vilela, nascido em  Viçosa, em 28 de maio de 1917. O senador faleceu em 27 de novembro de 1983, vítima de câncer.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: