Detran/AL discute implantação de placas veiculares no padrão Mercosul

Texto de Lays Peixoto

O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) promoveu, nesta quarta-feira (6), durante o período da manhã e tarde, uma reunião técnica para debater e esclarecer dúvidas sobre a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece os critérios de implantação do sistema de placas de identificação de veículos brasileiros para o padrão Mercosul.

O encontro foi marcado pela presença de representantes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Polícia Rodoviária Federal (PRF), do Serviço Nacional de Processamento de Dados (Serpro), além de técnicos e dirigentes dos Detrans do Paraná, Santa Catarina, Paraíba, Pernambuco, Maranhão, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Sergipe, Goiás, entre outros.

Durante a reunião, foram abordados temas referentes ao motivo da mudança, o novo designer, as alterações que serão feitas nos sistemas utilizados pelos departamentos de trânsito, além das principais vantagens da transição como o combate de roubos ou clonagens, facilitando a fiscalização do veículo, tendo em vista que a nova placa oferece uma segurança digital com chip e QR Code.

A placa de identificação veicular no padrão Mercosul deverá ser implementada pelos órgãos ou entidades executivas de trânsito dos estados e do Distrito Federal até o dia 1º de dezembro de 2018, para os veículos novos a serem registrados, em processo de transferência de município ou de propriedade ou quando houver a necessidade de substituição das placas. João Eduardo - Denatran (Foto: Lays Peixoto)

Veja também  Fazenda incentiva políticas de transparência e dados abertos no poder público

Na oportunidade, o representante do Denatran, João Eduardo, parabenizou a equipe do Detran de Alagoas pela iniciativa de realizar o encontro e destacou a importância do momento. “É uma alegria imensa participar de uma reunião tão importante com essa, coisa que antes a gente não via. Aqui estão técnicos de todos os Detrans reunidos, debatendo e buscando os melhores caminhos. Nós temos uma realidade que é a placa Mercosul, uma realidade que precisamos fazer acontecer e é por isso estamos aqui hoje em parceria com todos os envolvidos”, ressaltou.

O membro do departamento nacional também enfatizou que os órgãos competentes irão fiscalizar o mercado e o abuso de preços no País, considerando que por uma avaliação inicial, a nova placa terá o mesmo valor das atuais, ou poderá ser um preço inferior.

O presidente do Detran/AL, Antonio Carlos Gouveia, que também ocupa a presidência da Associação Nacional dos Detrans (AND), agradeceu o apoio dos técnicos da chefia de controle de veículos da autarquia durante a reunião e assegurou que o órgão irá trabalhar para que Alagoas possa implantar com êxito o novo modelo.

Fonte: Agência Alagoas
Fotos: Lays Peixoto
Compartilhe: