Duplicação Maceió-Arapiraca potencializa desenvolvimento econômico do Estado

Texto de Cadu Epifânio e Rafaela Pimentel

Interligar a capital à maior cidade do interior alagoano, levando segurança viária e desenvolvimento econômico a todo o Estado. Dando o primeiro passo desta mudança, o governador Renan Filho assinou, nesta sexta-feira (17), a ordem de serviço para o trecho 1 da duplicação da rodovia Maceió-Arapiraca, que ligará o município de Barra de São Miguel a São Miguel dos Campos, na BR-101. As obras terão início imediato.

Com 18,3 km de extensão, a duplicação da AL-220 vai facilitar a integração do Litoral ao Agreste. Ao dobrar a capacidade de tráfego na região, a obra, que será gerenciada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), reestrutura a qualidade e infraestrutura viária, além de fomentar o escoamento produtivo e o crescimento do comércio.

“Esta obra trará um grande benefício não apenas para a Barra de São Miguel, mas para toda a região. Bahia já ligou Salvador à Feira de Santana. Pernambuco duplicou até Caruaru. Paraíba duplicou até Campina Grande. Porque não podemos duplicar até Arapiraca e desenvolver Alagoas? Vamos fazer, sim, mesmo na crise vamos fazer os investimentos que o alagoano precisa”, afirmou Renan Filho.

Os benefícios chegam também no segmento da saúde. À frente da coordenação da unidade de atenção básica da Barra de São Miguel, Júnior Magalhães revela que uma das principais dificuldades hoje é o deslocamento dos pacientes entre os municípios.

Veja também  Renan Filho entrega Cisp de Viçosa na abertura da 7ª edição do Governo Presente

“Vai facilitar tudo. Ainda encontramos problema de transitar com qualidade e segurança entre as regiões. Com a duplicação, o fluxo das nossas ambulâncias será otimizado, além de trazer melhorias para a mobilidade dos próprios moradores”, avalia Júnior Magalhães.

Esta é primeira vez que o Governo do Estado aposta na integração entre Maceió e Arapiraca, como ressalta o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral.

“Este é um momento histórico para Alagoas. Em todos os estados do Nordeste existe a duplicação entre a capital é a principal cidade do interior. Agora, o governador está dando, de fato, condições de desenvolvimento econômico e social aos alagoanos, com um salto gigante para o crescimento de toda a região”, pontua Mosart Amaral.

No total, serão investidos​ cerca de R$ 48 milhões na duplicação. A previsão é que as obras sejam entregues em onze meses.

Turismo

Beneficiando também o município da Barra de São Miguel, no Litoral Sul, as obras da AL-220 potencializam a infraestrutura de um dos principais destinos turísticos de Alagoas, conhecido internacionalmente por suas belezas naturais.

Além do tradicional sol e mar, o município contará, em breve, com um Centro de Convenções, que teve a ordem de serviço assinada pelo governador em janeiro deste ano. O empreendimento deverá reduzir a sazonalidade no período de baixa temporada, e impulsionar o turismo de negócios e eventos na região.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: