Empresa de beneficiamento de pescado recebe registro de licença da Seagri

Texto de Ronaldo Lima

O produtor Ercivaldo Santos recebeu das mãos do secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, na quinta-feira (13), o certificado de registo para funcionamento da Unipesca, empresa que passa atuar na atividade de beneficiamento de pescado, na praia do Peba, no município de Piaçabuçu. A concessão do registro foi feita pela Adeal, órgão vinculado à Seagri.

A solenidade de entrega do certificado de licença foi feita durante a realização do 3º Fórum Temático de Aquicultura, evento realizado pelo Governo de Alagoas, por meio da Seagri, no Terminal Turístico de Piaçabuçu.

De posse da documentação legalizada, concedida pela Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), o empresário Ercivaldo Santos reconhece o compromisso do Governo de Alagoas em incentivar o funcionamento das atividades da Unipesca, o que vai possibilitar divisas para o Estado e a geração de empregos na região do Baixo São Francisco.

Como informa o produtor Ercivaldo Santos, com a habilitação e regulamentação da empresa, a capacidade de produção de pescados será, em média, por mês, de 40 toneladas de camarão e ainda de 10 toneladas de peixes.

“Vamos gerar impostos e postos de trabalho, graças à determinação do governador Renan Filho e do empenho do secretário da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, e sua equipe técnica”, afirma Ercivaldo.

Veja também  Cozinha Gourmet Algás recebe seu primeiro jantar na Casa Cor Alagoas 2017

De acordo com secretário Álvaro Vasconcelos, a liberação do certificado de licenciamento da empresa de pescado na região do Baixo São Francisco tem um grande significado social pela geração de emprego e distribuição de renda e vai fortalecer ainda mais o setor de Aquicultura, bem como a carcinicultura (criação de camarão).

“A criação de camarão em cativeiros é mais uma ação do Governo de Alagoas, dentro da diversificação de atividades no setor da Aquicultura, solidificando e apoiando ainda mais o segmento de pescado no estado”, explica o secretário Vasconcelos. Segundo ele, Alagoas precisa desse impulso na carcinicultura dando oportunidade aos que vivem da pesca em todas as regiões.

Além do beneficiamento do camarão (descabeçados, congelados e filé), a empresa também vai comercializar agulhinha, cavala, dourado, pescada em posta, inteiro e filé.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: