Encontro de Comunidades Quilombolas e Povos Tradicionais começa terça

Texto de Júlya Rocha

O 3° Encontro e  2ª Jornada Científica de Comunidades Quilombolas e Povos Tradicionais de Terreiros de Alagoas começa nesta terça-feira (28), no campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) em Arapiraca.

Serão três dias de rodas de conversa com professores, pesquisadores, gestores culturais, quilombolas, religiosos, lideranças, profissionais e estudantes envolvidos com a temática, além de dinâmicas e atividades artísticas e culturais.

Com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o Enconquite surgiu como um evento que visa o estreitamento de laços em torno do pertencimento étnico e cultural negro afro-brasileiro e alagoano. A temática não é nova, campo de diversas lutas em prol de beneficiar a convivência com as diversidades e resistência.

Confira a programação:

28 de Novembro – (Terça-feira)

08h – Credenciamento

09h – Abertura do evento Xirê

10h – Mesa 01: Cultura brasileira e educação: a oralidade nos quilombos e nos terreiros

15h – Oficina de elaboração de projetos e captação de recursos

19h – XII – Seminário Negritude e Resistência

Palestra: Prof. Me Alan Passos – IFCE
Tema: Aspectos da formação histórica do candomblé baiano e suas identidades étnicas

19h40 – Palestra: Prof. Me. Dimas Catai Santos Junior – IFCE

Veja também  Professor da rede estadual é finalista em premiação da USP

Tema: Juventude, identidade negra e violência

20h20 – Debate

20h50 – Apresentação Cultural – Côco dos Gomes – Arapiraca

 

29 de Novembro – (Quarta-feira)

10h – Mesa 02: Questão Agrária: avanços e ameaças – análise de conjuntura da questão agrária e políticas territoriais

14h – Apresentação de trabalhos

16h – Oficina de elaboração de projetos e captação de recursos – Prof. Me. Paulo Simões – UFAL/Arapiraca

19h – XII – Seminário Negritude e Resistência

Palestra: Prof. Me. Moisés Silva – PPGH-UFBA

Tema: Alagoas na rota do tráfico de africanos

21h – Apresentação Cultural – Mestra Zeza do Côco – Maceió

 

30 de Novembro – (Quinta-feira)

10h – Mesa 03: Conhecendo nossa história: da África pré-colonial à contemporaneidade – concepções diaspóricas

15h – Caminhada Contra o Racismo Religioso

18h – Oficina de Turbantes – Luh dos Turbantes

19h – XII – Seminário Negritude e Resistência

Palestra: Prof. Dr. Julio Cesar de Tavares – LEECCC/UFF

Tema: Africanidades, Diáspora e identidade negra

21h – Apresentação Cultural – Abí Axé – Delmiro Gouveia

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: