Estudantes e empresários conhecem potencial de gás natural

Texto de Andressa Alves

Com o objetivo de apresentar as vantagens e disseminar a utilização de gás natural nos segmentos industriais e comerciais do Estado, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e a Algás realizaram, na terça-feira (30), o I Fórum Alagoano de Gás Natural, no município de Arapiraca.

Na programação, empresários e estudantes de Engenharia do Petróleo e Engenharia Química da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e da Universidade Tiradentes (Unit) conheceram um pouco mais sobre os conceitos e aplicação do gás natural.

“O fórum funcionou como uma maneira de obter um pouco mais de conhecimento sobre um tema que não vemos muito durante a graduação. Apesar de se tratar de um mercado muito viável em Alagoas, o segmento de gás natural possui pouca base de estudo no Estado. Nesse sentido, eventos como esse nos estimulam a entender melhor sobre a aplicabilidade e as perspectivas desse mercado, que já é fonte de geração de emprego e renda para os alagoanos”, destacou o aluno do 4° período de Engenharia do Petróleo na Ufal  Slandey Vasconcelos.

Na ocasião, o diretor técnico da Algás, Flávio Barros, apresentou a obra Gasoduto Penedo-Arapiraca, destacando os benefícios da instalação do sistema.

Veja também  Governo do Estado abre licitação para ampliar Centro de Convenções de Maceió

O evento foi realizado em parceria com a Prefeitura de Arapiraca, Ufal, Unit e Algás.

Gasoduto Penedo-Arapiraca

Promovendo a interiorização do desenvolvimento econômico, as obras de implantação do gasoduto no Agreste seguem em ritmo acelerado, beneficiando a região com um combustível mais limpo, econômico e eficiente.

Com investimento de R$ 34 milhões, a obra possui 67 km de extensão e levará gás natural da estação de Penedo até a cidade de Arapiraca, atraindo novos investimentos e facilitando a instalação de indústrias na região. Atualmente, a implantação ocorre nos Trechos 3 e 4, no município de São Sebastião.

Dos 67 km de obra total, foram entregues 34 km. A previsão é de que a obra completa seja entregue no primeiro trimestre de 2018.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: