Instituto Raízes de África promove roda de diálogo na Serra da Barriga

Texto de Tais Albino

No mês em que se celebra o Dia Nacional da Consciência Negra, o Instituto Raízes de África se mobiliza com palestras, rodas de diálogo e espaços culturais para aproximar os jovens da história do povo negro e prestar contas das atividades realizadas durante o ano.  O projeto ‘Ayê Conversas em Série’ é apoiado pela Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) e Secretaria de Estado da Comunicação (Secom).

A primeira ação do projeto foi promovida  na quinta-feira (2), no Espaço Abdias Nascimento, na Serra da Barriga, em União dos Palmares. O encontro contou com a presença de jovens e adolescentes da periferia e representantes de movimentos sociais. De acordo com a presidente do Instituto Raízes de África, Arísia Barros, a proposta é celebrar e agradecer a luta do povo negro ancestral e ainda levar esse conhecimento para os jovens.

“Queremos partilhar conhecimentos para os jovens neste novembro negro e aproveitamos este mês para prestar contas das ações realizadas. O Instituto cria espaço para que pessoas reflitam sobre consciência negra durante o ano todo”, disse Arísia Barros.

O poeta, dramaturgo, escritor e líder negro Abdias Nascimento será um dos homenageados. Abdias foi um dos maiores ícones da luta contra a discriminação racial no Brasil e suas cinzas foram depositadas na Serra da Barriga.

Veja também  Cultura: Prefeitura vai lançar sete novos editais este ano

‘Ayê Conversas em Série’ está em sua primeira edição e terá continuidade pelo mês de novembro com rodas de conversas, sarau afro, espaços dramatizados e outras atividades. Cortesia Raízes de África

A próxima ação vai acontecer no Presídio Feminino Santa Luzia.

Fonte: Agência Alagoas
Compartilhe: