Já! de Porto Calvo contribui com projeto de interiorização de Centrais de Atendimento

Texto de Igor Gouveia

Desde que foi implementada no município de Porto Calvo, cidade localiza a 80 km da capital, a unidade do Já! tem sido fundamental para a descentralização de serviços públicos em uma região que cresce cada vez mais.  Somente no último ano, foram quase 10 mil atendimentos realizados para os moradores dos sete municípios circunvizinhos.

Com prestação de serviços de sete órgãos, o posto da Central de Atendimento ao Cidadão Já! do município oferece um espaço amplo e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na Via AL-101 Norte.

“As Centrais de Atendimento ao Cidadão Já! são uma das prioridades da gestão de Renan Filho. Temos buscado, cada vez mais, trabalhar na consolidação das unidades de atendimento, não só na capital, mas também no interior do Estado. O Já! de Porto Calvo favorece e facilita a vida de todos os cidadãos moradores da região Norte, oferecendo importantes serviços”, explica o secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques Santos.

Conforme os números da Superintendência de Atendimento ao Cidadão (SAC), vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), entre os serviços mais procurados na unidade estão os da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e da Secretaria do Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades).

Veja também  Fapeal lança 14ª edição de seu calendário temático

“De modo geral, as Centrais trabalham ainda com o intuito de proporcionar o acesso do cidadão alagoano aos serviços públicos, das esferas estadual, municipal e federal, reunidos em um mesmo espaço, de forma integrada, bem como ampliar o acesso do cidadão às informações e aos serviços públicos”, completa a assessora especial da SAC, Cristina Guimarães.

No Já! de Porto Calvo é possível encontrar ainda serviços do Procon, Instituto de Identificação, Junta Comercial,  Junta Militar, Sala do Empreendedor e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: