Lei Seca aborda 796 veículos e retira de circulação 47 condutores por alcoolemia

Texto de Lays Peixoto

Com o propósito de coibir a associação do consumo de álcool com a condução de veículos automotores, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), por meio da Operação Lei Seca, intensificou a fiscalização em diversas cidades do Estado durante o carnaval. A equipe realizou abordagens nas cidades de Marechal Deodoro, Jequiá da Praia, Coruripe, Barra de Santo Antônio, Maragogi, Murici, São José da Lage e São Miguel dos Milagres.

De acordo com o balanço feito pela coordenação da Lei Seca, durante as ações que contaram com o apoio da equipe de inteligência do Detran/AL,  47 condutores foram autuados e retirados de circulação por estarem conduzindo veículos automotores sob a influência de álcool e oito pessoas foram presas em flagrante.

No total, 796 veículos foram abordados e seus condutores revistados, 823 pessoas foram submetidas ao teste de alcoolemia, 27 condutores fizeram a recusa ao etilômetro e 12 medidas administrativas foram registradas.

“Nosso objetivo não é acabar com a alegria de ninguém, nossa missão é salvar vidas. Precisamos diminuir cada vez mais a taxa de mortalidade no trânsito e é importante ressaltar que as operações foram realizadas com o mesmo padrão que é executada em Maceió. Durante as abordagens, também entregamos material educativo e orientamos que vale apena respeitar a legislação de trânsito”, reforçou o coordenador da Lei Seca de Alagoas, tenente Emanuel Costa.

Veja também  O Mestre Vai À Escola atrai alunos do Cepa para conhecer folguedo alagoano

Além de infrações referentes à Lei Seca, 29 pessoas inabilitadas foram abordadas conduzindo veículos, 142 infrações foram lavradas por motivos diversos e seis Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) foram recolhidas.

Para garantir a tranquilidade dos condutores de veículos e dos pedestres não só durante o carnaval, mas como também no período de pós-carnaval, as ações continuam ocorrendo de forma simultânea em vários pontos do Estado, visando salvar vidas e contribuindo com a fluidez no trânsito da capital e das estradas alagoanas.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: