Medalhistas da Olimpíada Brasileira de Física serão premiados nesta quarta (16)

Texto de Tais Albino e Ana Paula Lins

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) promovem nesta quarta-feira (16) a premiação de 43 estudantes alagoanos medalhistas da edição 2017 das etapas estadual e nacional da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). O evento tem início às 10h no Palácio República dos Palmares, auditório Aqualtune.

Na etapa nacional da OBFEP, Alagoas obteve 26 medalhas – 4 ouros, 17 pratas e 5 bronzes – e conquistou o 1º lugar do Nordeste. No âmbito nacional, o estado perdeu apenas para São Paulo, que obteve cinco medalhas de ouro. O número de medalhistas alagoanos é quase o dobro do que foi registrado em 2016.

O desempenho da rede estadual também evoluiu de um ano para o outro. Esse resultado é consequência das formações realizadas com os professores de Física em todo estado e investimentos em equipamentos na área de exatas, nos últimos dois anos. A Seduc, por meio do Centro de Ciências e Tecnologia da Educação (Cecite), ofereceu aos professores discussões de questões teóricas, métodos de correção da prova e mostrou como os alunos seriam avaliados.

As três Anas – Dentre os estudantes que serão premiados nesta quarta-feira estão as três Anas de Taquarana: Ana Mikaela Silva Martins, Ana Cecília dos Santos e Ana Letícia Nunes Ferreira. Todas alunas da 2ª série do ensino médio da Escola Estadual Santos Ferraz e medalhistas de prata na etapa nacional da OBFEP em sua primeira participação na Olimpíada.

Veja também  Renan Filho assina contrato para duplicação da AL-220, entre Barra de São Miguel e São Miguel dos Campos

As garotas se disseram eufóricas com o resultado e atribuem a conquista ao apoio e incentivo do professor de física Raul e do diretor Igor Rozza. “Tivemos aulas no contraturno para a OBFEP e, após a Olimpíada, passei a gostar ainda mais de física”, conta Ana Mikaela.

Sua colega Ana Cecília fala que a física não é difícil como muitos acreditam ser. “A partir do momento em que você se aprofunda e participa de ações como a OBFEP, sua visão passa a ser  mais ampla”, informa a garota.

Ana Letícia afirma que as medalhas são um estímulo para a OBFEP 2018, cujas inscrições estão abertas até o dia 02 de junho, com provas previstas para 14 de agosto. Ela dá a dica de como conseguir uma medalha. “Estude e acredite em você. Conquistamos a prata em 2017 e, esse ano, vamos lutar por medalhas de ouro”, promete a estudante.

A OBFEP – A OBFEP é um programa permanente da Sociedade Brasileira de Física (SBF) que visa promover o estímulo ao estudo das ciências exatas entre os alunos da rede pública brasileira. Participam da prova estudantes do 9º ano do ensino fundamental e do ensino médio.

Fonte: Agência Alagoas

Foto: Valdir Rocha

Compartilhe: