Misa recebe exposição “Bravos Nautas: Uma história entre mares e fé”

Texto de Daniel Borges, com Assessoria

Os registros do fotógrafo Thiago Laion poderão ser apreciados na exposição fotográfica “Bravos Nautas: Uma história entre mares e fé”, que será aberta nesta quinta-feira (3), às 18h30, no Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa).

A exposição poderá ser visitada até o dia 31 de agosto.

Concebida especialmente para comemoração dos 200 anos de Alagoas, a exposição traz uma série de fotografias que retrata o Jangadeiro Alagoano de hoje, em seu cotidiano e sua importância como patrimônio cultural do Estado de Alagoas, traçando uma narrativa conceitual e antropológica sobre o fato histórico dos Jangadeiros que percorreram os mares atlânticos de Alagoas até o Rio de Janeiro, no ano de 1922, comemorando o Centenário da Independência brasileira.

“Estamos buscando nesse evento traduzir muita alagoanidade e fazer que seja um momento de descontração, para celebrar os 200 anos de Alagoas e também este mês, que é o mês da fotografia”, disse Thiago.

Segundo o fotógrafo, a imersão do cotidiano desses personagens foi capturada e traduzida em imagens singulares que retratam o dia a dia do litoral do estado, buscando a essência da labuta de sal e suor dos alagoanos nos 200 anos.

“Trago na exposição elementos que traduzam as influências na comunidade, suas técnicas de trabalho, o ambiente que estão inseridos, suas referências familiares, as tradições e sua espiritualidade”, destacou Laion.

Veja também  Prazo para atualização cadastral de contas-salário segue aberto

A mostra foi uma das contempladas pelo Edital de Exposições Temporárias, lançado pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura para ocupação dos espaços museológicos.

O Misa está localizado na Rua Sá e Albuquerque, 275, no bairro do Jaraguá, e fica aberto ao público nas terças e sextas-feiras, das 8h às 17h, e aos sábados, das 9h às 14h. A entrada é franca. Mais informações: (82) 3315-7882.

Sobre o artista

Thiago Laion é fotógrafo e produtor de vídeo nascido em Maceió. Formado em publicidade e pós-graduado em Motion Graphics, o alagoano morou em São Paulo durante 6 anos para se especializar na área audiovisual.

Voltando para Alagoas, buscou novas técnicas e novas culturas que contribuíssem para a criação do seu trabalho. Nessa busca, fez uma expedição fotográfica pela África e Ásia, que resultou na sua primeira exposição em parceria com a Secult: “As Expressivas”. Hoje, com base estabelecida em Alagoas, ele desenvolve um trabalho autoral que eterniza a cultura alagoana e também a fusão com as culturas do mundo.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: