Misa recebe exposição sobre o jornalista e político Freitas Neto

Texto de Daniel Borges, com assessoria

O Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa), equipamento da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), recebe a partir do dia 11 de julho a exposição “Freitas Neto nos 200 anos de Alagoas: a trajetória de um alagoano feito de ferro e de flor”, que marca os 20 anos de falecimento do jornalista, político e sindicalista Freitas Neto.

A abertura da exposição acontece às 19h desta terça-feira (11), dia exato do acidente aéreo que o vitimou, juntamente com sua esposa, Graça Freitas, e outras 44 pessoas, em Santiago de Cuba. A entrada é gratuita.

A exposição relembra a trajetória desse alagoano que se destacou por uma atuação contundente e ética. Além de respeitado por sua atuação no Jornalismo, Freitas conquistou o mesmo respeito atuando na advocacia, na política, no movimento sindical local e nacional e ainda nas atividades de cronista esportivo, radialista e juiz classista, entre outras que exerceu ao longo dos seus 47 anos de vida.

Os filhos do casal, Marcelino Freitas e Glória Freitas, lembram que o acidente interrompeu também atuação do pai como “embaixador” de Cuba em terras brasileiras. Numa época em que a Ilha sofria consequências do embargo econômico americano, Freitas ficou conhecido por organizar eventos e inúmeros voos de solidariedade a Cuba, nos quais levava profissionais de diversas áreas e políticos dos mais variados partidos, além de doações para o povo cubano.

Veja também  Conselho debate realização de conferências municipais em reunião ampliada

Esses e outros detalhes da vida de Freitas, a exemplo de sua dedicação à divulgação da trajetória do escritor alagoano Graciliano Ramos,  vão ser retratados na exposição, por meio de fotos e objetos pessoais, além de medalhas, títulos e outros elementos significativos de sua trajetória, obtidos em vida e in memoriam.

Na abertura do evento, um pouco dessa história também será retratada numa mesa redonda formada por amigos que conviveram com Freitas em momentos significativos de suas vidas. Na ocasião, a família vai doar todo acervo ao Misa, para criação do Espaço Freitas Neto no equipamento cultural.

O evento está sendo organizado por familiares e amigos de Freitas, com apoio da Secult, do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas e da Braskem. A exposição ficará aberta para visitação até dia 31 de julho.

Os familiares solicitam que, se possível, quem for ao evento, leve um quilo de alimento não perecível. As doações serão encaminhadas às vítimas das enchentes em Alagoas.

Serviço

O que: Exposição “Freitas Neto nos 200 anos de Alagoas: a trajetória de um alagoano feito de ferro e de flor”

Quando: 11 de julho, às 19 horas.

Onde: Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa) – Jaraguá.

Informações (82) 99984-9484 (WhatsApp)

Entrada Franca

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: