População do Canaã recebe orientações de saúde no ‘Vida Nova nas Grotas’

Texto de João Victor Barroso

Em mais uma ação do projeto Vida Nova nas Grotas, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) levou serviços de saúde para a população que vive na Grota do Canaã, em Maceió. As ações da pasta aconteceram na quarta-feira (12), durante o lançamento de outro projeto do Governo do Estado, a primeira edição do Bombeiro Mirim.

Os moradores da Grota do Canaã tiveram acesso a palestras sobre saúde bucal, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), além de diversos tipos de vacinas. De acordo com Patrícia Feitosa, assessora técnica da Superintendência de Assistência à Saúde da Sesau, essas atividades “dão mais oportunidades para a população ter os serviços de saúde próximos a sua residência”, disse.

Esse foi o caso da aposentada Cícera Quitéria de Melo, 60 anos, que parabenizou as melhorias que o Governo está trazendo para a comunidade. Isso porque, segundo ela, nunca tinha visto o Governo do Estado fazer tantas ações na Grota do Canaã.

“Antes desse projeto nunca tinha participado de nada, mas hoje quando soube que poderia me vacinar, tomei coragem para sair de casa. Atualizei minha carteira de vacinação, me imunizando contra hepatite b”, exaltou a aposentada.

Veja também  Governador assina ordem de serviço para recuperação da AL-105, em São Luis do Quitunde

Também estiveram à disposição de adultos e crianças, vacinas de hepatite A, difteria, tétano, rotavírus e tríplice viral. Os moradores da Grota do Canaã puderam ser vacinados, ainda, contra a influenza, doença meningocócica, paralisia infantil e HPV, no caso dos adolescentes.

As crianças puderam aprender mais sobre a maneira correta de escovar os dentes, além de ser orientadas sobre a importância do uso contínuo do fio dental. “Nós trazemos os modelos de dentes para chamar a atenção dos pequenos e saber como eles estão fazendo a escovação. Quando abordamos os adultos fazemos as mesmas orientações, alertando para a prevenção contra as diversas doenças que podem começar em decorrência da má escovação”, afirmou Fernanda Machado, assessora técnica de saúde bucal da Sesau.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: