Produção audiovisual alagoana é exibida na Mostra Sururu de Cinema

Texto de Natália Oliveira

O Circuito Penedo de Cinema dedicou um espaço exclusivo à produção audiovisual de Alagoas: a Mostra Sururu de Cinema Alagoano. A sessão ocorreu na Sala de Exibições, na Praça 12 de Abril de Penedo (AL), com filmes da última edição do evento, realizada em 2016.

Exibir filmes da Mostra Sururu já virou tradição. Inicialmente, a atividade fazia parte da programação do Festival de Cinema Universitário de Alagoas, que, inclusive, foi o homenageado da Mostra em 2015. A janela para o cinema alagoano continuou incentivada e divulgada, mas dentro do Circuito, criado em 2016.

Nesta edição do Circuito, foram exibidos os filmes: “Jurumeiro de Xangô “, de Arilene de Castro, “Wal Calanga”, de Wladmyr Lim,  “Wonderfull”, de Dário Junior, “Via Arterial”, de Amom Nunes e João Paulo Macena e “Sangue-mulher”, de Janderson Felipe, Mik Moreira e Minne Santos.

De acordo com o coordenador-geral do evento, Sérgio Onofre, a proposta desse espaço é propagar o cinema produzido em Alagoas para os cineastas, curadores e convidados do evento, que vieram de vários lugares do país. “A gente queria ter um espaço específico para o cinema alagoano e divulgá-lo. Isso está dentro de um dos objetivos do Circuito, que é divulgar a música alagoana, o cinema alagoano, a cidade de Penedo  Alagoas. Queremos divulgar os nossos produtos para todo o país”, relatou Onofre.

Veja também  Sedetur lança Guia de Investimentos para subsidiar atração de indústrias

A importância de ter uma janela para divulgar especificamente a produção audiovisual do Estado foi endossada pelo cineasta Paulo Silver. “O espaço é muito importante por isso, porque a gente consegue mostrar o nosso cinema alagoano, a nossa última safra para quem está presente”, disse ele, que também é membro do Fórum Setorial do Audiovisual Alagoano (FSAL), organizador da Mostra em Maceió.

VIII Mostra Sururu de Cinema Alagoano

A próxima edição da Mostra Sururu já tem data marcada. O evento, vencedor do Edital FICA II – Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana: Prêmio Mestre Cicinho, lançado pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), acontecerá de 14 a 17 de dezembro, no Centro Cultural Arte Pajuçara, em Maceió. A etapa de inscrição dos filmes se encerrou no último dia 3 e os filmes selecionados serão divulgados na segunda quinzena de novembro.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: