Público enche teatro na abertura do projeto Concertos para a Primavera

Texto de Clarice Maia

Para uma plateia com cerca de 900 pessoas, a Orquestra Filarmônica de Alagoas deu início ao projeto Concertos Para a Primavera, na noite desse domingo (5). A iniciativa do Instituto do Meio Ambiente (IMA) pretende levar música de boa qualidade gratuita para mais três cidades alagoanas nos próximos dias.

As portas foram abertas perto das 18h para um público que já começava a se aglomerar na entrada do teatro Gustavo Leite. Aos poucos todos se acomodaram: idosos, adultos, jovens, adolescentes e crianças. Gente de toda a idade que saiu de casa no domingo a noite para assistir a um espetáculo de música boa e executada por 45 músicos profissionais, alagoanos ou radicados em Alagoas.

“Essa iniciativa mostra que os temas estão interligados e a cultura passa pelo meio ambiente”, disse o secretário de Estado da Comunicação, Enio Lins, durante a abertura. Lins lembrou ainda que a Orquestra Filarmônica de Alagoas “é uma iniciativa de músicos profissionais, autônomos, que estão se organizando em cooperativa por iniciativa própria”.

A programação foi aberta com o hino de Alagoas. Na sequência houve o clássico Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky; o alegro dançante do alagoano Almir Medeiros; Mourão, de Guerra Peixe; a Valsa do Imperador, de Strauss; Suíte Carmem, de Bizet; e Dança Brasileira, de Camargo Guarnieri.

Veja também  Festival de teatro promove cultura em escolas públicas de Alagoas

Para encerrar o programa, o grupo levou um medley de músicas de Luiz Gonzaga, também arranjado pelo maestro Almir Medeiros, que conseguiu arrancar longos aplausos do público.
A Orquestra Filarmônica de Alagoas é formada, além do maestro, por: violinos, violas, violoncelos, contrabaixos, harpa, madeiras (sopro), metais (sopro) e percussão.


Doações

Parte dos presentes doou 420 quilos de alimentos não perecíveis, entre artigos como arroz, feijão e leite. Também foram doados 34 quilos de ração para gato e cachorro. Os alimentos arrecadados com os concertos serão doados para organizações filantrópicas e a ração para entidades de proteção e amparo a animais.

Após o concerto de Maceió, haverá outros três concertos: dia 8 de novembro em Penedo; dia 22 de novembro em Piranhas; e dia 1º de dezembro o encerramento acontecerá na cidade de Murici.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: