Referência nacional, Junta Comercial de Alagoas completa 124 anos

Texto de Hotton Machado

Órgão alagoano responsável pelo registro de negócios e pela administração da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) no Estado, a Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) completa, nesta sexta-feira (26), 124 anos de história.

Marcada pela modernização dos serviços oferecidos à sociedade alagoana, a história do órgão começou em 1893 com a sanção do decreto que delimitava a criação da Junta Comercial pelo então governador Gabino de Araújo Besouro. Hoje a Juceal é referência nacional em relação aos processos de simplificação do registro de empresas, levando o estado à liderança do ranking produzido pela Receita Federal, que avalia os níveis de implantação da Redesim em cada unidade federativa.

Durante a sua história, a Juceal promoveu o registro de 158.719 empresas, sendo, desse total, 93.788 microempresas, 11.027 empresas de pequeno porte e 53.904 negócios considerados sem porte. Ainda em seu banco de dados, a Junta Comercial possui o registro de 96.302 microempreendedores individuais (MEIs), tipo empresarial ao qual o órgão oferece auxílio em relação à legalização do empreendimento.

Para o presidente do órgão alagoano de registro, Carlos Araújo, a Juceal atinge os 124 anos em grande modernização e oferecendo o melhor serviço disponível no país, serviço esse que serviu de base para onze estados.

Veja também  Secretaria de Estado da Educação oferta vagas para cursos básicos de Libras

“O que há de melhor no registro empresarial está em Alagoas. Ao longo dos anos, a Juceal veio desburocratizando o registro, tornando o serviço rápido e com menos custo para o empresário. Com a Redesim, a Juceal passou a função de registro puramente e tomou conta desse ambiente para oferecer também uma legalização simplificada. Hoje a Junta Comercial atinge os 124 anos moderna, com todo o estado integrado, referência nacional e despontando Alagoas como o melhor ambiente em relação à Redesim”, exaltou.

Referência em relação aos serviços adotados, a Junta Comercial disponibiliza, hoje, um ambiente on-line – o Portal Facilita Alagoas – onde o empresário pode realizar o registro do seu negócio em até 48h. A protocolização no órgão também evoluiu, contando com a entrada on-line para empresário individual, sociedade limitada e empresa individual de responsabilidade limitada, e entrada presencial de processos em todas as regiões do estado.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: