Ressocialização faz varredura preventiva no Presídio Cyridião Durval

Texto de Victor Costa

Com o empenho dos agentes penitenciários e militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), mais uma operação de varredura foi concluída com êxito no Presídio Cyridião Durval e Silva. Nessa terça-feira (4), atendendo à determinação do secretário da Ressocialização e Inclusão Social, tenente-coronel Marcos Sérgio de Freitas, as forças de segurança pública retiraram itens ilícitos de circulação da unidade prisional, situado no Complexo Penitenciário.

Durante as incursões nas celas do presídio, foram encontrados objetos cortantes de fabricação artesanal, aparelhos eletrônicos e entorpecentes. Todo o material foi recolhido e será encaminhado, posteriormente, para autoridade judicial competente.

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social abriu um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar as causas e circunstâncias e os internos responsáveis responderão sansões disciplinares.

O secretário Marcos Sérgio de Freitas lembra que as varreduras são medidas preventivas e permanentes nos presídios alagoanos.

“Intensificamos as medidas de segurança e asseguramos o controle do sistema prisional, como prevê a Lei de Execuções Penais. Para culminar nesse objetivo, contamos com a expertise dos nossos agentes penitenciários e a colaboração da Polícia Militar. A partir da ordem e disciplina estabelecida, promovemos a ressocialização”, salienta o secretário.

Veja também  Juizado da Mulher de Arapiraca profere palestra sobre violência doméstica nesta quinta

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: