Semarh homenageia municípios pelo encerramento dos lixões em Alagoas

Texto de Nigel Santana

O encerramento de 100% dos lixões em Alagoas rendeu homenagens aos prefeitos alagoanos por terem colocado o Estado em atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Para chegar a este posto, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) adotou um planejamento que culminou na aprovação da Lei 7749 de 13/10/2015, que dispõe sobre a Política Estadual de Resíduos Sólidos e Inclusão Produtiva.

Homenagem a prefeitos / (Fotos: Ascom/Semarh)

O resultado de todo esse esforço foi finalizado em 25 de maio deste ano, quando, no município de Penedo, o último lixão em atividade no Estado foi encerrado. Com isso, Alagoas foi o primeiro estado do Nordeste e o terceiro do país a estar em conformidade com a lei.

Agentes importantes no fim dos lixões, os gestores municipais receberam homenagens do governador Renan Filho; do titular da Semarh, secretário Alexandre Ayres; e do deputado federal Marx Beltrão. O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, e representantes dos consórcios públicos intermunicipais representaram as gestões municipais.

Homenagem a prefeitos / (Fotos: Ascom/Semarh)

“Alagoas celebra este marco histórico porque, até o final de 2014, apenas Maceió havia encerrado seu lixão. Foi preciso coragem para enfrentar esse grande desafio, atuando em conjunto com os municípios, além de aprovar uma a lei da política de resíduos. A partir deste planejamento, Alagoas fechou todos os lixões em menos de quatro anos” relatou o secretário.

O governador Renan Filho disse, em seu discurso, que Alagoas vira a página de retrocessos, pois os lixões encerrados representam avanços na política ambiental e de saúde.

Veja também  Com tratamento humanizado, agentes penitenciários transformam sonho em realidade no presídio

Homenageados 

As homenagens prestadas pelo Governo de Alagoas foram entregues aos municípios de Barra de Santo Antônio, Coqueiro Seco, Paripueira e Rio Largo, representantes da Região Metropolitana; Campestre, Colônia Leopoldina, Flexeiras, Jacuípe, Japaratinga, Joaquim Gomes, Jundiá, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, Novo Lino, Porto Calvo, Porto de Pedras, São Luís do Quitunde e São Miguel dos Milagres, no Litoral Norte; e Belo Monte, Cacimbinas, Canapi, Dois Riachos, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Izidoro, Ouro Branco, Palestina, Poço das Trincheiras, Água Branca, Delmiro Gouveia, Inhapi, Mata Grande, Olho d´Água do Casado, Pariconha e Piranhas, situados no Sertão alagoano. 

Também receberam as homenagens as cidades de Branquinha, Cajueiro, Capela,; Chã Preta, Ibateguara, Murici, Paulo Jacinto, Pindoba, Santana do Mundaú, São José da Laje, União dos Palmares e Viçosa, da região da Zona da Mata;  e, ainda, Belém, Campo Grande, Estrela de Alagoas,, Feira Grande, Girau do Ponciano, Maribondo, Minador do Negrão, Olho d´Água Grande, Palmeira dos Índios, Tanque d´Arca e Traipu, no Agreste alagoano; e Anadia, Boca da Mata, Campo Alegre, Coruripe, Feliz Deserto, Igreja Nova, Jequiá da Praia, Junqueiro, Penedo, Piaçabuçu, Porto Real do Colégio, Roteiro, São Brás, São Miguel dos Campos e Teotônio Vilela, na Região Sul.

Os 26 municípios restantes já receberam as homenagens na primeira etapa dos fechamentos dos lixões, em 2016, na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Fonte: Agência Alagoas
Fotos: Ascom/Semarh
Compartilhe: