Seris realiza encontro para garantir a saúde no sistema prisional

Texto de Maysa Cavalcante

Visando garantir o acesso à Rede de Atenção à Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) com agilidade, equidade e qualidade, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) realiza, entre os dias 17 e 19 de julho, o I Encontro de Saúde do Sistema Prisional de Alagoas. A iniciativa beneficiará gestores da área de saúde da Seris e demais envolvidos com a prestação de serviços no cárcere.

Nesta segunda-feira (17), a representante do Ministério da Saúde, Ana Cláudia Murahovschi, vai apresentar a Política Nacional de Atenção Integral das Pessoas Privadas de Liberdade (PNAISP) para o público presente no auditório da Gerência de Atenção Primária da Secretaria da Saúde (Sesau). Através de discussões e grupos de trabalho, serão esclarecidas dúvidas sobre os requisitos para aplicar os recursos advindos da PNAISP.

“Vamos habilitar todas as unidades prisionais, promovendo um trabalho em conjunto com o município e a União. Essa ação integração resultará em mais agilidade, equidade e qualidade na prestação dos serviços de saúde dos reclusos. Na apresentação do Ministério da Saúde serão transmitidas orientações sobre a aplicação dos recursos”, afirma a gerente de Saúde da Ressocialização, Larissa Vital.

Veja também  Procon/AL participa do 4º Colóquio de Proteção do Consumidor de Seguros, na Paraíba

Além da apresentação, serão realizadas visitas técnicas ao sistema prisional. No dia 18, representantes do Ministério da Saúde, Seris e Sesau irão visitar o Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano. Já no dia 19, será a vez da Casa de Custódia da Capital, Núcleo Ressocializador da Capital, Presídio Cyridião Durval e Silva, Presídio de Segurança Máxima, Penitenciária de Segurança Máxima e Centro Psiquiátrico Judiciário, todos situados em Maceió.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: