Seris transfe 33 internos da Casa de Custódia para o Complexo Penitenciário

Texto de Mayara Wasty

Mais uma importante ação integrada foi concluída com êxito nesta terça-feira (4), em Maceió. Sob a coordenação da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), agentes penitenciários, policiais militares do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) e civis do Tático Integrado do Grupo de Resgates Especiais transferiram 33 apenados da Casa de Custódia 2 da Polícia Civil para o Complexo Penitenciário.

Durante a operação, os reeducandos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), onde fizeram exames de corpo de delito. O chefe administrativo das Unidades Prisionais, capitão PM Cletiano Ferro,destaca o fortalecimento da segurança pública com a operação. “Os policiais terão mais agilidade para trabalhar nas ações investigativas dos crimes e, certamente, a sociedade sentirá este impacto positivo”, disse.

O assessor técnico da Casa de Custódia 2 da Polícia Civil, Marcos Falcão de Oliveira, explica que, com a retirada dos presos, a equipe será remanejada para atuar na audiências de custódia. “A Justiça determinou que os presos flagranteados devem ser submetidos à audiência de custodia para entrar no sistema prisional. Com a transferência dos internos da Casa de Custódia vamos otimizar os trabalhos da Polícia Civil”, comenta o assessor.

Veja também  Segundo trecho do Eixo Quartel entrará em funcionamento a partir deste domingo (24)

Para o secretário de Ressocialização, TC PM Marcos Sérgio de Freias, as medidas são necessárias para manter a ordem, evitar conflitos e proteger a sociedade. “O governador Renan Filho determinou que a Secretaria fortalecesse a segurança no âmbito prisional. Atendendo a essa diretiva, intensificamos as vistorias, transferências de líderes criminosos, movimentações internas e tomamos outras medidas necessárias para garantir a ordem nas unidades e a segurança da população”, finaliza o secretário.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: