Sesau reforçará ações educativas em favor da saúde do homem neste mês

Texto de Thallysson Alves

Alguns são vistos como super-heróis, outros como guerreiros que tudo suportam, e há aqueles que acreditam ser frescura na utilização de medicamentos e cuidados preventivos. Para evitar que os homens achem que estão imunes a qualquer doença, em qualquer faixa etária, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) vai promover, ao longo deste mês, a campanha Novembro Azul, com uma série de ações em prol da saúde do homem.

O objetivo da iniciativa, que irá ocorrer em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, é mobilizar a população masculina e seus responsáveis diretos, no caso de crianças e adolescentes, para conhecerem mais sobre sua saúde, em diferentes fases da vida. Assim sendo, o médico do Programa Estadual de Saúde do Homem, Marcos Martins, já adianta cinco datas estratégicas para fortalecimento das ações junto aos técnicos dos municípios.

“Dia 8 realizaremos, às 8h, no Sindicato dos Médicos, no Trapiche da Barra, em Maceió, o I Seminário Estadual da Academia da Saúde. No dia 10, às 8h, faremos uma roda de conversa com servidores e pacientes do Hospital Escola Portal Ramalho e para os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). E nos dias 23 e 30, na sede da Sesau, representantes dos municípios participarão de uma oficina para implementação do Guia de Saúde do Homem”, expôs o médico.

Os municípios convocados para o dia 23 são: Batalha, Boca da Mata, Cajueiro, Capela, Coqueiro Seco, Feira Grande, Feliz Deserto, Junqueiro, Maribondo, São Miguel dos Campos, Santana do Mundaú, Piaçabuçu, Porto Real do Colégio, Tanque D’Arca e Taquarana. E para o dia 30: Água Branca, Belo Monte, Campo Alegre, Carneiros, Chã Preta, Feira Grande, Flexeiras, Igreja Nova, Jacuípe, Marechal Deodoro, Mata Grande, Maravilha, Paulo Jacinto, Pão de Açúcar, Piranhas e Poço das Trincheiras.

Veja também  Governador assina OS para recuperação de 7 km dos acessos de União dos Palmares

Segundo Martins, o Ministério da Saúde indica dois guias para utilização das equipes de saúde: Guia de Saúde do Homem para Agente Comunitário (ACS) e Guia do Pré-Natal do Parceiro para Profissionais de Saúde. Com os encontros, a expectativa é de que os alagoanos sejam conscientizados sobre a importância de adotar hábitos saudáveis e que fortalecem laços entre pais e filhos.


Vale reforçar que, na infância, as doenças entre os meninos mais enfrentadas pelas equipes da Atenção Básica são fimose, infecção urinária e prostatite (inflamação da próstata). Já entre adolescentes, a lista destaca arritmia cardíaca, infecções sexualmente transmissíveis e ejaculação precoce. E na fase adulta, aparecem doenças como cálculo urinário e diversos tipos de câncer, como o de próstata. Por fim, na terceira idade, integram a lista diabetes, disfunção erétil e hipertensão arterial.

“O que nós queremos muito é melhorar o acesso e o acolhimento aos homens que buscam conhecer sua saúde. Alertá-los sobre os riscos causados pela violência. Orientá-los em questões que envolvem a paternidade. Combater frequentes doenças crônicas e não transmissíveis, além de conscientizá-los sobre como manter sua saúde sexual”, pontuou o médico.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: