Setembro Amarelo é tema de seminário com servidores da Segurança Pública

Texto de Micheliny Tenório

Como parte das iniciativas da Campanha Nacional de Prevenção ao Suicídio – Setembro Amarelo, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), através do Núcleo de Qualidade de Vida em parceria com a Polícia Militar de Alagoas (PMAL) e o Centro de Assistência Social (CAS), promovem, nos dias 19 e 20 de setembro, o Primeiro Seminário de Qualidade de Vida da PMAL.
A abertura será às 7h30 no auditório da Escola Superior de Magistratura (Esmal), no bairro do Farol. O evento tem os policiais militares como principal público-alvo, que irão participar de palestras e oficinas voltadas à conscientização sobre o suicídio e orientações para identificar possíveis sinais que levem alguém a ceifar a própria vida.
Programação

No dia 19, os participantes terão uma palestra com o tema Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio ministrada pelo terapeuta e coach cognitivo Leonardo Naves. O pesquisador carioca Pablo Nunes fará a apresentação dos resultados de uma pesquisa sobre o comportamento suicida. A programação será encerrada pela capitã e psicóloga Larissa Omena com a divulgação do Programa de Valorização à Vida e Prevenção ao Suicídio da PMAL.
O segundo dia do seminário será dedicado às oficinas, que serão realizadas na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM). Ao todo, serão três oficinas ofertadas para capacitar públicos distintos de forma simultânea.
A presidente da Associação Alagoana de Psiquiatria, médica Suzana Bernardes, será responsável pela capacitação para profissionais que atuam no âmbito da assistência à saúde e psicossocial para identificação e manejo precoce do comportamento suicida.
O pesquisador Pablo Nunes, integrante do Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídio e Prevenção do Rio de Janeiro, estará à frente de uma oficina voltada aos profissionais lotados nas assessorias de comunicação dos órgãos vinculados à SSP e policiais militares que são agentes de comunicação em suas unidades.
A terceira oficina ocorrerá em duas turmas: pela manhã e à tarde, destinada a oficiais e praças da PMAL. A capitã Larissa Omena, psicóloga do CAS, será a responsável pela capacitação de agentes multiplicadores em prevenção ao suicídio.
Esse seminário contempla ações integradas entre a SSP e a PMAL visando a qualidade de vida de seus profissionais. O CAS é o setor da Corporação que presta atendimento psicossocial aos policiais militares que apresentem dificuldade de comportamento. A sede fica em Maceió, mas há também um serviço itinerante para busca-ativa, esclarecimentos e orientações aos policiais das unidades fora da capital.

Veja também  Iteral apoia Feira Agrária do MLST em Maceió

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: