Arapiraca 93 anos: O declínio da cultura fumageira e o início da era industrial

Texto de

Pujante pela própria natureza, a cidade de Arapiraca sempre teve na economia uma de suas principais marcas, que a fez obter destaque em Alagoas e no Brasil.

Apesar da forte crise financeira que assola o país, Arapiraca continua sendo um dos municípios interioranos que mais geram emprego e renda no Nordeste brasileiro, a exemplo de Caruaru, Feira de Santana, Campina Grande, entre outros.

Com o declínio da cultura do fumageira que, durante décadas, impulsionou a economia local e transformou Arapiraca na capital brasileira do fumo, indústrias e entrepostos de distribuição começaram a se instalar na cidade, dando início a era industrial, um novo ciclo da economia arapiraquense.

coringa

Uma das primeiras grandes indústrias a se instalar na cidade foi o Grupo Coringa, no ano de 1969. A empresa iniciou suas atividades com apenas dez funcionários e, atualmente, com 48 anos de atuação no mercado arapiraquense, as Indústrias Reunidas Coringa oferece mais de mil empregos diretos, funcionando com duas unidades fabris, uma em Arapiraca e outra na cidade baiana de Luiz Eduardo Magalhães.

Presidido pelo empresário José Alexandre dos Santos, o Grupo Coringa, assim como o ASA, é um grande meio divulgador de Arapiraca para o Brasil. Suas principais atividades são a moagem de milho e a torrefação de café, além da produção de corantes naturais e embalagens plásticas.

Por estar localizada estrategicamente no centro do Estado de Alagoas, com distâncias praticamente semelhantes para Maceió, Aracaju, sertão e interior de Pernambuco, muitos empresários – inclusive arapiraquenses – escolheram a cidade para instalar entrepostos de distribuição dos mais diversos ramos, principalmente dos ramos alimentício, cosméticos e agrícola.

 

andrade
A Andrade Distribuidora foi uma delas e surgiu em 1988 com uma pequena estrutura de 350m² e apenas três funcionários. A empresa funcionava na Rua Brasília em Arapiraca, atuando no Estado de Alagoas no segmento atacadista generalista.

Em 1998, a empresa direcionou seus negócios para um novo formato de distribuição, expandido para o Estado de Sergipe. Atualmente, com 4.223 clientes nos dois Estados de atuação, o Grupo Andrade é formado por sete empresas, sendo quatro em Arapiraca e três em Aracajú, atuando no segmento atacadista, atendendo supermercados, farmácias, perfumarias, restaurantes e outros.

Hoje a empresa tem 1.030 funcionários celetistas e 250 representantes comerciais autônomos.

 

asa branca

Em 1996 já no final do século XX, foi fundada a Asa Branca Distribuidora, uma empresa de atuação no ramo de distribuição. Além de Arapiraca, a Asa Branca atua nos estados de Sergipe e Bahia, contando com a colaboração de 683 funcionários diretos.  A empresa já figurou entre as mil maiores empresas do país, de acordo com o anuário do Jornal Valor Econômico.

Veja também  Mostra Alagoana de Hip Hop marca aniversário de 45 anos do Teatro de Arena Sérgio Cardoso

De acordo com o empresário José Hipólito da Costa, diretor-presidente da Asa Branca, o setor atacadista desponta como o carro-chefe da economia arapiraquense.

Arapiraca é uma cidade de gente trabalhadora e está localizada em uma região estratégica no Estado de Alagoas. Mesmo com a redução da cultura do fumo a cidade se desenvolveu e tornou-se um ambiente propício para novos negócios, os quais o setor atacadista ocupa posição de destaque, frisou.

 

call center

No início de 2015 foi implantado em Arapiraca mais uma unidade da AeC, uma empresa mineira que emprega mais de 25 mil pessoas no ramo de call center. Entre os clientes atendidos estão empresas de telefonia, TV por assinatura, bancos, governo, companhias de energia, saneamento e educação, entre outras.

Em Arapiraca os investimentos foram na ordem de R$ 12 milhões. O call center funciona numa área de, aproximadamente, 6 mil m², próximo ao Centro Administrativo, shopping center e órgãos da justiça.

Atualmente, a empresa disponibiliza em torno de 1.200 empregos diretos, se tornando uma das maiores empregadoras da cidade. Somente no Nordeste, a AeC emprega cerca de 13 mil pessoas, mas também atua em grande parte do território nacional, com unidades em Belo Horizonte (MG), Montes Claros (MG), Governador Valadares (MG), São Paulo (SP), João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Mossoró (RN) e Juazeiro do Norte (CE).

 

DSC07041

Outra empresa em atuação no mercado arapiraquense é o Grupo Ricardo Barreto. Com 25 anos em atividade, hoje o grupo possui unidades espalhadas em quase todos os estados do Nordeste, atuando nos setores agropecuário e de aço.

No ano de 2015 o grupo trouxe o primeiro hotel de bandeira internacional da cidade. O grupo, atualmente, gera mais de 200 empregos diretos, além de outras centenas de empregos indiretos, contribuindo significativamente para a geração de emprego e renda da cidade.

De acordo com o empresário Ricardo Barreto, diretor-presidente do Grupo Coagro, o momento é de investir na capacitação dos arapiraquenses.

“Neste momento, a cidade de Arapiraca está precisando se reinventar, precisando voltar a crescer e se desenvolver. Com os novos investimentos que estão vindo pra Arapiraca, a ideia é investir cada vez mais na capacitação das pessoas”, frisou.

 

atacadão

No setor varejista, nos últimos anos se instalaram em Arapiraca grandes empresas do setor, a exemplo das redes Atacadão, Jomart e Maxxi. A previsão é que no próximo ano aporte em Arapiraca uma loja da rede Sam’s Club, pertencente ao grupo americano. Wall Mart.

Prefeitura de Arapiraca

Compartilhe: