Semana do Artesão prestigia o talento de artistas alagoanos

Texto de Andressa Alves e Cecília Tavares

Para homenagear o trabalho e a história das pessoas que dedicam a vida ao artesanato, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), deu início, nesta quarta-feira (15), à Semana do Artesão.

Esta é a segunda edição do evento, que acontece no Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) até sábado (18), e terá em sua programação oficinas, palestras e a exibição da exposição ‘A Invenção da Terra’, que conta com mais de 300 peças de arte popular, pertencentes ao acervo da artista plástica e colecionadora Tania de Maya Pedrosa.

Para o mestre artesão André da Marinheira, de Boca da Mata, o evento organizado pela Sedetur é motivo de orgulho.

“Sinto-me lisonjeado em receber toda essa programação para celebrar o Dia do Artesão. As palestras, principalmente, são as mais esperadas por mim, por representar a oportunidade de esclarecer minhas dúvidas e, dessa forma, aperfeiçoar meu trabalho”, afirmou André da Marinheira.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Helder Lima, a Semana do Artesão tem o propósito de valorizar o dom de quem faz arte com as mãos, e reconhecer a importância do artesão para a disseminação da cultura, dos costumes e das tipologias artesanais do nosso Estado.

“Desde quando assumi a Secretaria, em março do ano passado, recebi a missão de abraçar o segmento do artesanato de Alagoas, um dos mais reconhecidos trabalhos artísticos do Brasil. Em 2016 realizamos diversas ações em prol do segmento e registramos um aumento de 45% nas vendas em feiras e eventos. Durante toda a semana iremos homenagear estes artistas, que tanto nos orgulham e levam o nome do Estado mundo afora”, afirmou Helder Lima.

Veja também  Editais do Forró de Vera e Giro dos Folguedos seguem até dia 13

A primeira-dama de Alagoas, Renata Calheiros, exaltou o trabalho dos artesãos do Estado e falou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido, com o projeto Alagoas Feita à Mão.

“A felicidade que estou tendo hoje, durante a abertura da Semana do Artesão, é a mesma que me ocorre durante visitas aos ateliês dos mestres, que por muitos anos estiveram confinados em seus municípios. Agora, o reconhecimento do Governo do Estado permite o fortalecimento da cadeia produtiva do artesanato”, destacou Renata Calheiros.

Programação

A primeira palestra da Semana do Artesão, nesta quarta-feira (15), explanou o tema ‘O perfil do empreendedor do século 21’, ministrada por técnicos do Sebrae. O Instituto do Meio Ambiente (IMA) apresentou um painel com foco na conscientização e utilização de recursos naturais na produção artesanal.

Nesta quinta-feira (16), serão realizadas as oficinas criativas com as tipologias madeira e cerâmica, ministradas pelos artesãos André da Marinheira e Maria Corá, respectivamente. Às 15h, a design Marília Hermann dará uma palestra sobre cores e estampas aplicadas ao artesanato.

Na sexta-feira (17), o painel será voltado para a comercialização das peças, com o tema ‘Venda mais e melhor o seu artesanato’. A segunda oficina do dia será sobre a produção de peças com fibra de ouricuri, com a Associação Pontal da Arte, do município de Pontal de Coruripe. Encerrando a programação de oficinas, a artesã Ligia Minin, da Associação dos Artesãos do Pontal da Barra, ensinará como é feita a produção em Bordado Filé.

Durante toda a semana, a população poderá visitar a exposição ‘A Invenção da Terra’, no 1º andar do Iphan.

Fonte: Agência Alagoas

Fotos: Kaio Fragoso

Compartilhe: