Governo oferta cursos profissionalizantes para jovens do Benedito Bentes

Texto de Lucas Leite

Cerca de 400 estudantes da Escola Estadual de Ensino Integral Marcos Antônio Cavalcante Silva, no Benedito Bentes, foram beneficiados com cursos profissionalizantes ofertados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Desde 2015, a unidade escolar, a primeira de ensino integral criada em Alagoas, oferece cursos como Marketing, Recursos Humanos e Suporte em Informática.

Além da Escola Estadual Marcos Antônio Cavalcante Silva, o Governo do Estado já implantou o ensino integral em mais 14 escolas, dando uma oportunidade única aos jovens da rede pública estadual.

“Os cursos profissionalizantes ajudam na aprendizagem e apresentam uma nova perspectiva profissional, uma vez que os estudantes concluem o ensino médio já com uma opção de emprego”, afirmou o coordenador pedagógico e responsável pela Educação Profissional na Marcos Antônio, Jeorge Venâncio Lima.

Mellyssa Tenório, estudante da 2ª série do ensino médio, participa do curso de Recursos Humanos e aprova as disciplinas profissionalizantes.

“Estou gostando muito de ter um curso profissionalizante na escola, pois toda empresa precisa de um profissional em Recursos Humanos, o que aumenta ainda mais a nossa opção para uma área de atuação”, afirma a estudante.

Veja também  Secti visita municípios alagoanos para ampliar pontos de inclusão digital

Edgar Lucas Soares Brito, aluno da 1ª série do ensino médio e do curso de Marketing, diz que o curso está lhe apresentando um mundo novo. “O ensino integral e a educação profissional são novidades para mim. Estou conhecendo um pouco mais sobre Marketing e já estou pensando em exercer a profissão”, relata o estudante.

Projetos

Alguns estudantes já estão colocando em prática o conteúdo adquirido nos cursos. Apaixonado por computação, Gabriel Ivo Lins é aluno do curso de Informática e, com mais três amigos, trabalha na criação de um Role-playing Game (RPG), um jogo onde os participantes interpretam personagens em um cenário e época fictícias.

Visthefânia Jennyfer Lopes dos Santos, que estuda a 3ª série do ensino médio, relata que, há dois anos, o curso de Informática mudou a sua perspectiva sobre o mercado de trabalho.

“O curso é muito bom e despertou o meu interesse em cursar Design. Acredito que posso integrar os conhecimentos obtidos aqui com o ensino superior”, afirma a adolescente.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: