Nova unidade escolar atende região do Jardim Royal

As crianças da região do Jardim Royal, no Tabuleiro, não precisam mais se deslocar para longe para ter acesso ao ensino público de qualidade. Nesta quarta-feira (29), a Escola Municipal Gastone Lúcia Carvalho Beltrão iniciou suas atividades letivas no período matutino e vespertino.

Inicialmente, a escola tem 10 turmas de 1° ao 5° ano, atendendo cerca de 250 alunos, cuja maioria é proveniente de transferências de outras escolas da Rede Municipal ou da pré-matrícula online. A coordenadora pedagógica, Elisângela Santos, fala que há previsão de abertura de mais turmas após a contratação de novos funcionários, através do concurso público municipal que será realizado em breve.

Há ainda a expectativa de formar turmas da Educação para Jovens, Adultos e Idosos (Ejai), como explica o coordenador pedagógico, Wanderson Flor. “Estamos no processo de formação do Conselho Escolar, com esse processo finalizado nós poderemos receber recursos do governo federal e o utilizaremos para, entre outras ações, ampliar o número de turmas e também atender a Ejai”.

A unidade de ensino foi inaugurada em 2015, mas havia cedido seu prédio para as escolas municipais Corintho Campelo da Paz e Luis Pedro IV, enquanto estas passavam por reformas. Agora a unidade passa a funcionar, de fato, como Escola Municipal Gastone Lúcia Carvalho Beltrão e o sentimento de um novo começo e grandes expectativas para o futuro tomam conta do colégio.

Veja também  População é orientada a denunciar exploração sexual infantojuvenil

A pequena Ana Beatriz, de 8 anos, afirma que está adorando a nova escola. “Aqui é mais legal e bem mais perto da minha casa”, relatou aluna do 3º ano. Assim como Ana, muitos outros alunos, e seus pais, estão contentes por ter uma unidade de ensino próximo a suas casas. “Percorrendo uma trajeto mais curto, eles perdem menos tempo e têm mais disposição para estudar”, afirma a coordenadora Elisângela Santos.

dsc_0317

“Nós queremos construir a história da Gastone de forma positiva, desenvolver um trabalho de excelência, ofertando um ensino de qualidade, podendo contar sempre com a parceira de outras escolas e de outros órgãos, para juntos atender às necessidades e expectativas da nossa comunidade e tornar a escola um modelo a ser seguido por outras unidades”, disse Wanderson Flor.

Os pais que têm interesse em matricular seus filhos na unidade de ensino, podem se dirigir à escola para efetuar a matrícula. A maioria das vagas disponíveis são para os 2º, 4º e 5º anos, mas a unidade também está formando um cadastro de reserva para os 1º e 3º anos do ensino fundamental.

Amanda Bezerra (estagiária)/ Ascom Semed

Compartilhe: