Secretários municipais comemoram parceria com o Estado em prol da Educação

Texto de Manuella Nobre

Secretários municipais de Educação comemoram e elogiam a iniciativa do Governo de Alagoas de lançar o programa Escola 10 – uma grande mobilização unindo Estado e municípios em prol da melhoria da aprendizagem na rede pública e da reversão dos atuais índices educacionais alagoanos.  O lançamento oficial do programa ocorre no próximo dia 17, às 14h,  no Centro de Convenções de Maceió e totaliza um investimento de R$ 30 milhões do Governo de Alagoas.

Responsáveis por 95% das matrículas do 1º ao 5º ano e 75% das matrículas do 6º ao 9º ano na rede pública, os municípios possuem um papel estratégico na busca por melhorias na Educação alagoana. Aqueles que fizerem adesão ao programa receberão apoio técnico e financeiro do Governo de Alagoas para a implementação das ações acordadas no Escola 10.

A ação foi previamente discutida no final de fevereiro em um grande encontro onde o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, reuniram-se com prefeitos, secretários municipais e diretores de ensino.

Parceria

Secretários municipais de Educação são unânimes em parabenizar a visão “agregadora” do Governo do Estado. Para o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) em Alagoas, Rubens Araújo, a iniciativa vai proporcionar muitos benefícios.

“Este posicionamento do Governo de Alagoas, de ver a Educação do Estado de forma única, articulada e que contribui para a qualificação de técnicos municipais é um grande diferencial. Creio que este novo programa vai ser muito bom, pois vai ajudar principalmente os municípios que estão com problemas”, avalia o presidente.

O secretário de Educação de Olho d’Água Grande, João Claudino Neto, também possui uma expectativa positiva em relação ao programa. “Nós atendemos hoje 1.704 alunos em nossa rede. Até 2016, foi possível trabalhar as metas estruturais, mas a melhoria do ensino e aprendizagem está prevista nas nossas metas para até 2020. Esta ação vem em boa hora, pois traz consigo uma visão de interatividade, de conhecer e trabalhar de acordo com a realidade do município”, declara o gestor.

Veja também  Ordem de serviço do Hospital Metropolitano será assinada na próxima segunda

Nova visão

Moab Damaceno e Valquíria Régia, respectivamente secretários de Educação de Inhapi e Olivença, também elogiam a  postura do Governo de apoiar os municípios.

“Ações como a escolha do gerente regional de Educação pela meritocracia e  a criação do Prêmio Ib Gatto, que reconhece as experiências exitosas das redes municipais, refletem essa visão do Governo do Estado. Hoje, sentimo-nos  não só valorizados, mas também responsáveis e participantes desta busca pela melhoria dos índices educacionais”, afirma Damaceno.

Valquíria Régia frisa que a integração entre Estado e municípios só traz ganhos para Alagoas. “A falta de diálogo que existia no passado levou nosso Estado a péssimos índices. Agora essa situação mudou e o Escola 10 é uma iniciativa louvável, pois é uma ação onde todos assumem esta responsabilidade em prol de Alagoas”, observa a gestora.

Escola 10

O programa Escola 10 tem suas ações direcionadas para estudantes do Ensino Fundamental (3º, 5º e 9º anos) e estabelece as seguintes metas: garantir que todos os alunos da rede pública estejam alfabetizados em Língua Portuguesa e Matemática até o final do 3º ano do Ensino Fundamental; reduzir os índices de analfabetismo, evasão escolar e distorção idade-série (atraso escolar); melhorar a aprendizagem de estudantes do 5º e 9º anos e aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe: