Acidentes de trânsito: excesso de velocidade diminui chance de sobrevivência

Nos primeiros seis meses deste ano, 1.620 pessoas foram vítimas de acidentes de trânsito, em Maceió. Segundo último boletim divulgado pelo DataSUS, em 2014, as ocorrências de trânsito tiraram a vida de aproximadamente 44 mil pessoas em todo o país. Entre as principais causas está o excesso de velocidade.

A infração, presente no artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), varia de média a gravíssima e pode resultar na perda imediata do direito de dirigir. De janeiro a junho, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Maceió (SMTT), registrou 46.358 condutores dirigindo acima da velocidade máxima permitida nas vias, colocando em risco a própria vida e a de terceiros.

Um dos casos mais graves aconteceu na última segunda-feira (24). Um automóvel foi flagrado pela fiscalização eletrônica na Avenida Menino Marcelo, às 11 da manhã, dirigindo a uma velocidade de 110 km/h, quase o dobro do limite máximo permitido, que é de 60 km/h.

“Neste caso, o condutor foi autuado por dirigir acima de 50% da velocidade permitida, que é uma infração gravíssima com agravante cujo valor é multiplicado três vezes e ainda terá a habilitação suspensa”, explica superintendente da SMTT, Antonio Moura.

No mês passado 180 condutores cometeram este tipo de infração em Maceió, número maior que em maio, quando foram flagrados na mesma infração 160 condutores.

Outros 19.001 foram autuados em junho por dirigir em velocidade até 20% da permitida, que é uma infração de natureza média com acúmulo de quatro pontos na habilitação.

Veja também  Prefeito Rui Palmeira vai a Brasília cobrar liberação de recursos

No mesmo período, 2.696 condutores dirigiram com a velocidade entre 20% e 50% acima do limite permitido.

Foi o caso de uma motocicleta flagrada também na última terça-feira, às 10 da manhã, na Avenida Durval de Góes Monteiro, dirigindo a 83 km/h.

De acordo com a Organização Nacional de Segurança Viária (ONSV), quanto maior a velocidade do veículo envolvido em um acidente, menor é a probabilidade de sobrevivência.

“Para se ter uma idéia, a chance de sobrevivência em um acidente cuja velocidade do veículo é acima de 70 km/h é de apenas 15%, ressalta o assessor técnico de trânsito da SMTT, Wanderson Freitas.

Outras infrações

O avanço do sinal também é outra modalidade de infração que teve um aumento entre os meses de maio e junho. Foram 579 condutores flagrados pela fiscalização eletrônica no mês passado e 452 no mês anterior.

“É importante ressaltar que em Maceió há uma tolerância, por questões de segurança, entre às 23h e 5h da manhã onde os motoristas podem passar o sinal sem ser autuados. Entretanto, a fiscalização por excesso de velocidade segue 24h por dia”, afirma o superintendente da SMTT.

Avançar o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória é uma infração de natureza gravíssima constante no artigo 208 do CTB. O motorista flagrado tem sete pontos acumulados na Carteira de Habilitação.

Ascom SMTT

Compartilhe: