Bienal recebe ações do Planta Maceió no final de semana

O projeto Planta Maceió realiza, neste fim de semana, uma edição especial. Durante a 8ª Bienal do Livro de Alagoas, que acontece até o domingo (08) no Centro de Convenções, a ação da Prefeitura levará três mil mudas de árvores para doação aos visitantes, além de ações educativas e oficinas de brinquedos recicláveis para crianças. A realização ocorre por meio da parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds) e a Ufal, que nesta edição da Bienal reforçou as ações de responsabilidade ambiental no evento.

“Firmamos uma importante parceria com a Ufal, reforçando o apoio da Prefeitura de Maceió à realização da Bienal, e agora ampliaremos o nosso projeto com a doação de mudas aos visitantes deste grande evento. Será uma edição especial, com dois dias de ações educativas e com a entrega de árvores e plantas ornamentais para que a população nos ajude a ampliar o verde no local que vivemos”, explicou Gustavo Acioli Torres, titular da Semds.

Além da educação ambiental, outro pilar do Planta Maceió é a orientação em relação ao plantio adequado, segundo lembra o secretário. “Toda edição do projeto é acompanhada por agrônomos da Semds, que orientam sobre o tipo de árvore indicado para a capital, o porte adequado conforme o local do plantio e os cuidados necessários para que a árvore cresça saudável”, acrescentou o gestor.

card-planta-maceio-na-bienal

Edição do Planta Maceió integra ações da Ufal de responsabilidade socioambiental durante a Bienal. Ilustração: Lucas Alcântara/ Ascom Semds

O visitante que receber a sua muda também levará um folheto informativo e deve fornecer dados básicos para que a Semds possa monitorar as regiões do plantio a partir do projeto e também acompanhar o crescimento das plantas. “O plantio é importante e deve ser feito com a ajuda dos maceioenses, mas precisa ser feito com a orientação profissional para evitar que, ao crescer, a planta tenha que ser suprimida por prejudicar redes hidráulica ou elétrica, por interferir na infraestrutura ou que tombe, causando prejuízos”, completou Gustavo Torres.

Veja também  USF Novo Mundo transfere serviços para consertar danos das chuvas

Responsabilidade socioambiental

A realização do projeto Planta Maceió na Bienal do Livro de Alagoas faz parte das ações promovidas pela Ufal para reduzir os impactos ecológicos causados pela estrutura e montagem da feira de livros, assim como pelo uso de energia e outros recursos naturais. Segundo a instituição, materiais recicláveis como plásticos, banners, papéis e vidros serão encaminhados à Cooperativa dos Recicladores de Maceió (Cooplum), responsável pelo recolhimento e tratamento desses resíduos.

“A doação de mudas aos visitantes do evento é uma forma de colaborar com o meio ambiente, de reduzir o impacto provocado durante os dez dias de realização. Estamos bastante satisfeitos com mais esta parceria, pois será um exemplo para Alagoas, para Maceió”, enfatizou a reitora Valéria Correia ao assinar o termo de parceria com o titular da Semds.

Lucas Alcântara/ Ascom Semds

Compartilhe: