Comissão discute ações para organização do Centro de Maceió

A Comissão Administrativa do Centro de Maceió esteve reunida, nesta segunda-feira (03), na sede da Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), para alinhar a retomada de ações do Plano Integrado de Fiscalização, Segurança e Organização do Centro da Capital.

Participaram do encontro representantes da Semtabes, da Aliança Comercial de Maceió, Câmara Municipal, Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), Associação Comercial de Maceió, Polícia Militar (PM) e Superintendências Municipais de Iluminação (Sima), Limpeza Urbana (Slum) e de Trânsito e Transportes (SMTT).

O titular da Semtabes, Ricardo Lessa, destacou a importância do trabalho conjunto dos órgãos representados na comissão. “É importante todos estarmos envolvidos, cada um fazendo seu papel de fiscalizador e dar continuidade aos trabalhos iniciados. Estamos delimitando os pontos importantes para tirar do papel e iniciar a execução. Isso é apenas o início”, pontua Lessa.

Durante o encontro, foram apresentadas as ações que já vêm sendo desenvolvidas pelas secretarias e órgãos para a reorganização do Centro, além de alinhar os reparos de iluminação e limpeza emergenciais para o local. “Estamos conseguindo reativar a comissão e fazer uma agenda permanente para o reordenamento do Centro”, explica o secretário adjunto da Semtabes, Dênis Agra.

Agenda permanente de encontros será realizada entre os representantes da comissão (FOTO: Ascom Semtabes)

Agenda permanente de encontros será realizada entre os representantes da comissão (Foto: Ascom Semtabes)

O presidente da Aliança Comercial de Maceió, Guido Santos, defende a manutenção do trabalho integrado. “O trabalho em conjunto é o ideal para dar uma outra cara ao Centro”,  diz Guido.

Veja também  Prefeitura esclarece dúvidas de empresários do Distrito Industrial

De acordo com o representante da Semscs, Adilson Bispo, as equipes de agentes fiscalizadores estão constantemente trabalhando no Centro de Maceió. “Estamos tentando resolver o problema de forma efetiva, além de coibir as irregularidades”, afirma Bispo.

Ascom Semtabes

Compartilhe: