Cozinheiros escolares participam de oficinas de capacitação

A capacitação de merendeiros da Rede Municipal de Ensino é fundamental para levar aos alunos alimentação saudável e balanceada. Por isso, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) promoveu, na última sexta-feira (24), o 2º Encontro Municipal de Cozinheiros Escolares. Na ocasião, servidores da rede, gestores da pasta, agricultores e profissionais especializados na área nutricional trocaram experiências e compartilharam conhecimentos.

Servidores manuseiam ingredientes em oficina | Foto: Ascom Semed

Cozinheiras recebem dicas de preparo e manuseio de alimentos | Foto: Ascom Semed

O objetivo do evento é promover a segurança alimentar e nutricional na escola, reconhecendo as influências dos povos indígenas, portugueses e africanos na alimentação. Tendo como tema “Nossa terra tem mais vida, nossa mesa mais sabores”, a programação contou com palestras que abordaram a educação e cultura alimentar, a produção agrícola alagoana e os benefícios da utilização de insumos da agricultura familiar, paralelas a uma oficina culinária, além de apresentações culturais com o conjunto musical da Escola Municipal José Carneiro. O encontro acontece a cada dois anos e dá início ao novo ciclo de formações, que se inicia em 2018.

Evento contou com apresentação musical de grupo de alunos | Foto: Ascom Semed

Evento contou com apresentação musical de grupo de alunos | Foto: Ascom Semed

Um grupo de 60 merendeiros inscritos também participou das oficinas conduzidas pelos alunos do chef Thiago Maia, palestrante do encontro e professor do curso de gastronomia da Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT). Eles tiveram a oportunidade de aprender técnicas de manuseio e preparo de alimentos regionais como a abóbora produzida em Porto Calvo, município do Litoral Norte do Estado.

Veja também  Cras mantêm ações especiais para as mulheres até o dia 30

Durante sua palestra, Thiago Maia mostrou aos participantes a importância da utilização de ingredientes locais na execução do trabalho desenvolvido por eles. Já a nutricionista Helena Menezes pontuou os benefícios para a saúde trazidos pelo consumo de frutas, verduras, legumes e hortaliças produzidos de forma orgânica na base alimentar dos estudantes.

De acordo com a coordenadora do Departamento de Alimentação e Nutrição Escolar da Semed, Anna Carla Luna, é importante reconhecer a influência da diversidade na alimentação. “O objetivo da merenda escolar não é simplesmente saciar a fome dos alunos, é também de alimentá-los, valorizando nossa cultura e a de outros lugares. Por isso, é fundamental trazer à percepção dos cozinheiros todo o conceito de segurança alimentar, além de dar acesso a um bem precioso, que são as bases nutricionais de que dispomos aqui em Alagoas”, enfatizou.

A titular da Semed, Ana Dayse Dorea, ressaltou o compromisso da pasta com a alimentação dos alunos e o orgulho em ajudar a garantir que a mesma base nutricional chegue a todos os estudantes. “Independente da infraestrutura das escolas, a merenda é a mesma. Considero esse um dos serviços de excelência prestados pela rede”, afirmou. A secretária também destacou o compromisso da equipe de nutrição em garantir que seus servidores se mantenham capacitados a levar mais qualidade de vida ao prato dos estudantes.

Eduardo Araújo (estagiário) | Ascom Semed

Compartilhe: