Economia Solidária faz chamado para o segmento alimentício

A Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) faz um chamado para os profissionais que atuam de forma autônoma no ramo alimentício, que fabricam produtos voltados para a gastronomia, para se cadastrarem na Economia Solidária.

A atuação por meio dos grupos se dá de forma de organizada, semelhante ao formato de cooperativa e associações, com a pragmática de divisão de lucros. Em Maceió, a Prefeitura atua de forma específica junto aos grupos de segmento alimentício com o Espaço Gastronômico fixo no Mercado do Jaraguá.

Para quem deseja trabalhar como grupo de economia solidária, o cadastro está aberto o ano todo. O registro pode ser realizado de forma individual ou de forma coletiva, com no mínimo cinco pessoas. Aqueles que se cadastrarem individualmente serão inseridos em outros grupos, de acordo com suas especialidades.

Para o cadastro, é preciso comparecer à Diretoria de Economia Solidária, na sede da Semtabes, portando os seguintes documentos: carteira de identidade (RG), CPF e Comprovante de Residência. Após o registro, será realizada uma análise com o prazo de 90 dias pela Diretoria de Economia Solidária com visitas técnicas para aprovação.

Veja também  IPC de Maceió registra variação de 0,21% no mês de agosto

A Secretária está localizada na Rua Barão de Anadia, número 85, ao lado da estação ferroviária, no Centro de Maceió. O órgão público funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Mais informações sobre o cadastro no telefone: 3315-6220.

Ascom Semtabes

Compartilhe: