Economia Solidária: Prefeitura incentiva geração de renda

A Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), incentiva a geração de renda para grupos de Economia Solidária. Ao todo, são 44 grupos ativos cadastrados no órgão. Eles trabalham com artesanato e com o segmento de alimentos, chegando a mais de 250 profissionais que produzem filé, bordados, fuxico, bolsas, cama, mesa e banho, acessórios em geral e comidas regionais.

Na capital, são três pontos fixos para a comercialização dos produtos: Shoppings Maceió e Pátio, nos bairros de Mangabeiras e do Benedito Bentes, respectivamente, e no Mercado Público do Jaraguá. Desde o último sábado (15), a Semtabes realiza a Feira da Economia Solidária no bairro da Pajuçara, em frente ao Iate Clube Pajussara.

“Essa é mais uma feira itinerante que estamos realizando. Esses eventos são importantes para expandir a cultura e aumentar o incentivo à Economia Solidária. Levamos para os bairros essas feiras e conseguimos aproximar o trabalho desses profissionais para a população e gerar renda”, afirmou o titular da Semtabes, Ricardo Lessa.

Na feira, que funciona das 10h até às 22h, todos os dias, os grupos de Economia Solidária comercializam seus produtos divididos em 18 barracas. A coordenadora de Projetos da Diretoria de Economia Solidária, Francis Farias, afirma que no local há uma diversidade de produtos, com qualidade e preço acessível.

Novidade da feira é a participação dos grupos de economia solidária do segmento alimentício

Novidade da feira é a participação dos grupos de Economia Solidária do segmento alimentício

“É uma grande variedade de produtos, além da novidade que são os grupos de alimentos. E esse é nosso trabalho: ampliar os pontos de exposição e comercialização. Os grupos estão muito satisfeitos, vendendo bem e, quanto mais tempo estiverem ali, mais eles conseguem gerar mais renda”, disse Francis.

Veja também  Conselho recém-empossado realiza primeira reunião ordinária

 

Feira prossegue até o dia 15 de agosto e contempla 18 grupos da economia solidária

Feira prossegue até o dia 15 de agosto e contempla 18 grupos da economia solidária

O deputado Ronaldo Lessa, relator da lei federal de Economia Solidária, esteve presente na abertura da feira. “A pasta de Economia Solidária é fundamental para a nossa cidade. Os artesãos têm muito o que produzir, como empreendedores e como artistas”, destacou.

Ascom Semtabes

Compartilhe: