Economia Solidária: Prefeitura incentiva geração de renda

A Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), incentiva a geração de renda para grupos de Economia Solidária. Ao todo, são 44 grupos ativos cadastrados no órgão. Eles trabalham com artesanato e com o segmento de alimentos, chegando a mais de 250 profissionais que produzem filé, bordados, fuxico, bolsas, cama, mesa e banho, acessórios em geral e comidas regionais.

Na capital, são três pontos fixos para a comercialização dos produtos: Shoppings Maceió e Pátio, nos bairros de Mangabeiras e do Benedito Bentes, respectivamente, e no Mercado Público do Jaraguá. Desde o último sábado (15), a Semtabes realiza a Feira da Economia Solidária no bairro da Pajuçara, em frente ao Iate Clube Pajussara.

“Essa é mais uma feira itinerante que estamos realizando. Esses eventos são importantes para expandir a cultura e aumentar o incentivo à Economia Solidária. Levamos para os bairros essas feiras e conseguimos aproximar o trabalho desses profissionais para a população e gerar renda”, afirmou o titular da Semtabes, Ricardo Lessa.

Na feira, que funciona das 10h até às 22h, todos os dias, os grupos de Economia Solidária comercializam seus produtos divididos em 18 barracas. A coordenadora de Projetos da Diretoria de Economia Solidária, Francis Farias, afirma que no local há uma diversidade de produtos, com qualidade e preço acessível.

Novidade da feira é a participação dos grupos de economia solidária do segmento alimentício

Novidade da feira é a participação dos grupos de Economia Solidária do segmento alimentício

“É uma grande variedade de produtos, além da novidade que são os grupos de alimentos. E esse é nosso trabalho: ampliar os pontos de exposição e comercialização. Os grupos estão muito satisfeitos, vendendo bem e, quanto mais tempo estiverem ali, mais eles conseguem gerar mais renda”, disse Francis.

Veja também  Rui Palmeira vistoria obras de reforma em escola do Jacintinho

 

Feira prossegue até o dia 15 de agosto e contempla 18 grupos da economia solidária

Feira prossegue até o dia 15 de agosto e contempla 18 grupos da economia solidária

O deputado Ronaldo Lessa, relator da lei federal de Economia Solidária, esteve presente na abertura da feira. “A pasta de Economia Solidária é fundamental para a nossa cidade. Os artesãos têm muito o que produzir, como empreendedores e como artistas”, destacou.

Ascom Semtabes

Compartilhe: