Enfermeiros são capacitados para tratar diabéticos

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está promovendo, em etapas, uma capacitação direcionada à enfermeiras, enfermeiros e técnicos de enfermagem da Atenção Básica do município, voltada para os cuidados preventivos de feridas no paciente diabético.

Realizada pela Gerência de Atenção às Doenças Crônicas, a atividade tem como objetivo capacitar e qualificar os profissionais da área que atuam na linha de frente da assistência em saúde no município visando aumentar o nível de prevenção e possibilitando a redução das complicações nos pés dos pacientes – como o pé diabético – e as amputações.

 

capacitacao-das-cronicas-sobre-feridas-e-pe-diabetico-1

“A meta é capacitar o profissional para cuidar melhor do paciente, assegurando, na unidade de saúde, o suporte necessário nesses casos”, afirmou a assistente social Andréia Barboza, responsável pela Gerência.

Idealizado pela enfermeira Regina Alves, que também atua na Gerência, a atividade – já realizada em duas etapas, nos dias 18 e 20 deste mês – é um dos primeiros passos para outra iniciativa que o município pretende implantar: a criação do Centro de Feridas. De acordo com Regina, o Centro servirá para que os profissionais possam dar um direcionamento mais adequado aos pacientes com feridas, de forma geral, e não apenas diabéticos, que precisam de um cuidado especializado na atenção básica no tratamento dessas complicações.

Veja também  Fiscalização noturna coíbe descarte irregular de resíduos

capacitacao-das-cronicas-sobre-feridas-e-pe-diabetico-6

A capacitação, realizada na Faculdade Seune, teve como instrutora a enfermeira Ana Patrícia Costa, especialista em feridas que integra a Maceió Medical – Produtos Médicos e Hospitalares. Tendo como base o Manual do Pé Diabético 2016, elaborado pelo Ministério da Saúde, a enfermeira desenvolveu sua metologia por meio de palestra e da prática do manejo do pé diabético.

“A abordagem visa o aperfeiçoamento na linha de cuidados e no tratamento e está focado efetivamente nos profissionais que atuam no atendimento a pessoas com diabetes. Nesse sentido, estão sendo evidenciados os principais fatores de riscos envolvidos no aparecimento dessas complicações no paciente, a presença de deformidades em pessoas com diabéticos, pequenos traumas  e doenças arteriais, além dos cuidados a serem observados nos curativos dos pés”, ressaltou Ana Patrícia.

capacitacao-das-cronicas-sobre-feridas-e-pe-diabetico-2

Nas duas primeiras etapas da atividade já foram capacitados cerca de 80 profissionais. Outras duas novas etapas estão programadas para os dias 25 e 27 deste mês.

Ascom SMS

Compartilhe: