Escolas municipais recebem projeto Educação Pela Paz

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Coordenação Geral de Programas e Projetos Educacionais, realizará, nos dias 10, 15 e 21 de agosto, um ciclo de palestras com a temática Prevenção às Drogas para uma Cultura de Paz. O ato acontece na Escola Municipal Anne Lyra, situada no Benedito Bentes.

Segundo a técnica pedagógica da Semed Cecília Tenório, as palestras fazem parte do Projeto Educação pela Paz e têm como objetivo estimular e favorecer a discussão sobre o consumo de drogas entre os jovens, promovendo a cultura de paz. “A escola precisa, dentro do contexto pedagógico, desenvolver um trabalho de reflexão e de estímulo ao desenvolvimento do pensamento crítico do aluno, enfatizando que os estudantes sejam responsáveis por suas ações e façam escolhas saudáveis”, ressalta Cecília Tenório. “A escola deve ser um ponto de convergência de programas e projetos que visem a promoção de saúde em toda a comunidade onde está inserida”, reforça Cecília.

A técnica acrescentou também que o projeto visa a produção de um livro com o tema Prevenção às Drogas para uma Cultura de Paz, que será lançado na VIII Bienal do Livro de Alagoas pelos alunos do ensino fundamental da rede municipal. A Bienal do Livro acontece no período de 29 de setembro a 8 de outubro no Centro Cultural e de Exposição Ruth Cardoso, localizado no bairro do Jaraguá.

Veja também  Xangô Rezado Alto celebra cultura afro-brasileira no Centro

Conforme a programação, o projeto se destina aos alunos dos 6ºs e 7ºs anos do ensino fundamental e a palestra de abertura acontece na próxima quinta-feira (10) na Escola Anne Lyra, situada no Benedito Bentes, com a palestra da psicóloga Noélia Costa, do Fórum Permanente de Combate às Drogas; no dia 15, com a presidente da ONG Maceió Voluntário, Maristela Pozitano e no dia 21, com o juiz Alonso Filho.

O projeto conta com a participação de 18 escolas da rede municipal e envolve as escolas situadas nos bairros Benedito Bentes e Jacintinho. São parceiros na execução do projeto a ONG Maceió Voluntário, a Bit Editora e a Universidade Integrada Tiradentes (Unit).

João de Oliveira Filho – Ascom / Semed

Compartilhe: