Feira da Economia Solidária valoriza artesanato sustentável

Transformar lixo em luxo, essa é a proposta dos grupos de Economia Solidária cadastrados na Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) que participaram nos dias 4, 5 e 6 da Semana Maceió Mais Sustentável promovida pela Prefeitura e realizada no Maceió Shopping.

A artesã Dijanira Melo, do grupo Recriando, conta que um dos prazeres do trabalho está justamente na consciência ambiental dos seus produtos. “O nosso trabalho é sustentabilidade. As peças que temos aqui prontas, quanto tempo seria necessário para se deteriorarem? Aqui, viraram arte, luxo! E ainda podem decorar desde a sala de estar até o escritório onde os nossos clientes trabalham”, aponta a artesã.

Durante a Feira Sustentável estiveram à disposição do público peças de decoração, acessórios femininos, brinquedos e móveis, que usaram como matéria prima em sua confecção, pedaços de madeira, vidro quebrado, sobras de tecido, resíduos sólidos de plástico, metal e madeira de reflorestamento.

“Esses artesãos encontram no lixo não só uma forma para criar arte, como também uma oportunidade de renda. Nós, da Prefeitura de Maceió, incentivamos essa iniciativa e estamos de portas abertas para quaisquer artesões que estiveram buscando oportunidades para fomentar o seu trabalho”, afirma Niedja Leitão, diretora de Economia Solidária da Semtabes.

Veja também  Ronda Ostensiva vai reforçar patrulhamento em Maceió

A participação da Economia Solidária na feira, promovida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds), terminou no último dia 06, mas o maceioense pode encontrar os grupos nos pontos de venda em Maceió, na loja do Shopping Pátio, no bairro Benedito Bentes, no Maceió Shopping, em Mangabeiras, e na loja da economia solidária no Mercado do Jaraguá.

Danielle Quartezani (estagiária) / Ascom Semtabes

Foto: Danielle Quartezani

Compartilhe: