Julho Amarelo: SMS promove prevenção contra hepatites

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio dos programas de Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais (IST/Aids e Hepatites Virais), inicia, na próxima segunda-feira (10), as ações da campanha Julho Amarelo no município, que tem o objetivo de intensificar as informações à população sobre a importância do diagnóstico precoce das hepatites virais.

A campanha, que em 2017 conta com tema “Hepatites B e C, faça o teste”, é direcionada à comunidade em geral e contará com testes rápidos em todas as unidades de saúde, além de ser disponibilizada a vacina contra hepatite B, bastando o usuário levar um documento de identificação e cartão de vacina para verificação da necessidade de imunização.

Segundo Tereza Carvalho, assistente social do programa de IST/Aids e Hepatites Virais da SMS, o principal objetivo da campanha é diagnosticar a doença em tempo hábil e o encaminhamento para o tratamento. “Os testes rápidos são feitos com uma gota de sangue e o resultado sai em 30 minutos, caso dê positivo, o indivíduo é encaminhado para o tratamento em um dos nossos serviços de referência, que são o Hospital Universitário, Bloco I do Pam Salgadinho e Hospital Escola Helvio Auto”, explicou.

“É importante destacar que para uma proteção completa contra a doença é necessário fazer uso da prevenção combinada, que consiste no uso de preservativo, realização de testes rápidos e imunização. A hepatite é uma doença silenciosa, pode demorar anos a se manifestar, então é preciso que a população fique atenta para a importância da prevenção”, afirmou Tereza Carvalho, assistente social do programa de IST/Aids e Hepatites Virais da SMS.

A doença

As hepatites são um grave problema de saúde pública no Brasil. Elas causam a inflamação do fígado por meio de vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Veja também  Secretaria de Saúde monta Operação Carnaval a partir deste sábado (25)

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E, esse último mais frequente na África e na Ásia. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer.

Programação

10/07 – Casa Léa (Centro): Testes rápidos e vacinas. Público- alvo: profissionais de beleza;

12/07 – Cras Sônia Sampaio (Jacintinho): Testes rápidos para hepatites, aferição de glicemia e vacinas. Público- alvo: pessoas com mais de 40 anos atendidas pelo Cras;

19/07 – Praça Marcilio Dias (Jaraguá): Testes rápidos. Público-alvo: moradores em situação de rua;

26/07 – Mutirão de testagem para hepatites (Bloco I do Pam Salgadinho). Público- alvo: pessoas com mais de 40 anos;

25/07 – Cras Cacilda Sampaio (Vergel) – 14h – testes rápidos para hepatites, glicemia e vacinas. Público alvo: pessoas com mais de 40 anos atendidas pelo Cras;

27/07 – Cras Bebedouro – 14h – testes rápidos para hepatites, glicemia e vacinas. Público alvo – pessoas com mais de 40 anos atendidas pelo Cras;

28/07 – Dia Mundial de Combate as Hepatites Virais;

– Capacitação em hepatites virais para profissionais das Unidades Básicas de Saúde. Local: Conselho Regional de Medicina às 8h;

– Mutirões de testagem para hepatites. Locais: Shopping Maceió, Hospital Escola  Helvio Auto e Hospital Universitário.

29/07 – Mutirão de testagem para hepatites. Local: Shopping Pátio para pessoas com mais de 40 anos.

Ana Cecília da Silva/ Ascom SMS

Compartilhe: