Maceió recebe VIII Congresso Brasileiro de Síndrome de Down

O prefeito Rui Palmeira participou, na noite desta quinta-feira (26), da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre Síndrome de Down, no Centro Cultural de Exposições Ruth Cardoso, no bairro de Jaraguá. Mais de 2.300 pessoas participarão do evento que terá mais de 118 palestras, incluindo palestrantes portadores da síndrome de down. A Prefeitura de Maceió por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) é parceira na realização do congresso. Durante a abertura da solenidade houve a apresentação do Grupo Transarte, que através do espetáculo Balé Folclórico mostrou a cultura Alagoana para os visitantes.

Prefeito participa da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre sindrome de down. Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió

Prefeito participa da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre sindrome de down.
Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió

”As pessoas com síndrome de down muitas vezes só querem uma oportunidade, são inteligentes, dedicados, conseguem realizar diversas atividades. Prova disso, é ver esse mar de gente que veio de todos os cantos do país, mostrando que quando se quer, se consegue. É muito gratificante receber quase 3 mil pessoas nesse grande evento que reúne a família down de todo o Brasil. É uma alegria para nós sermos parceiros e receber essas pessoas com todo o nosso carinho”, disse o prefeito Rui Palmeira.

Prefeito participa da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre sindrome de down. Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió

Prefeito participa da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre sindrome de down.
Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió

De acordo com a titular da Semas, Celiany Rocha,  eventos como esse merecem todo o apoio da Prefeitura. “Quando soubemos da possibilidade do congresso vir para Maceió através do Instituto Amor 21, o prefeito Rui Palmeira determinou junto com a primeira-dama, Tatiana Palmeira, que nós nos uníssemos a causa e déssemos todo o apoio possível para que o evento pudesse acontecer. E aqui estamos nós, vendo a realização de um evento de grande porte, feito com muito carinho”, ressaltou.

A presidente da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, Lenir Santos, explica como surgiu o congresso. “O objetivo de chamar a atenção da sociedade e dos órgãos públicos para os direitos das pessoas com síndrome de down. Temos obtido várias conquistas através do conhecimento que é distribuído durante o congresso, as entidades participantes podem formular novas formas de sociabilidade com as pessoas com síndrome de down”.

Prefeito participa da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre sindrome de down. Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió

Prefeito participa da abertura do VIII Congresso Brasileiro sobre sindrome de down.
Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió

Para o diretor de Relações Institucionais do Instituto Amor 21, Antônio Cabral, o congresso é um marco em Alagoas. “Estamos muito felizes em trazer esse evento para a cidade, que é um marco na história de Alagoas. O intuito é trazer a pauta da síndrome de down para a ordem do dia. Mas também trazer um conhecimento enorme imensurável sobre o assunto. Serão 64 mesas temáticas, 118 palestrantes, professores doutores no assunto e as pessoas portadoras da síndrome, que são as protagonistas do evento”.

Veja também  Escola Silvestre Péricles prepara alunos para Flipontal 2017

A presidente do Congresso em Maceió, Flávia Bandeira, que é portadora da síndrome, relata a emoção de realizar o evento. “É muito gratificante está aqui e ver que o congresso se tornou realidade. O evento está de portas abertas para quem quiser conhecer um pouco mais sobre o assunto”, disse.

Cayo Borges/Secom Maceió.

Compartilhe: