No aniversário de Maceió, prefeito destaca conquistas

Nesta terça-feira (5), a capital alagoana tem muito o que comemorar. Aos 202 anos de fundação, Maceió vem mostrando que não é feita apenas de belezas naturais. Nos últimos cinco anos, a Prefeitura de Maceió tem reforçado a infraestrutura da cidade e investido no fortalecimento de serviços que promovem o bem-estar dos maceioenses.

“Moramos em uma das cidades mais bonitas do Brasil, cheia de tradições culturais, artísticas e muita história. Mas ela também possui problemas. Por isso trabalhamos diariamente para melhorar a qualidade de vida da população com ações pontuais e duradouras. Desde 2013, por exemplo, tínhamos como uma das metas, diminuir o déficit habitacional. Já temos mais de 5 mil unidade residenciais entregues, outras 5 mil construídas e mais de 700 novos contratos no Minha Casa Minha Vida. Seguimos ajudando a construir a história de Maceió”, disse o prefeito Rui Palmeira.

Ao todo, 10.032 residências foram construídas, 5.316 entregues e as 740 novas casas contratadas pelo Minha Casa Minha Vida devem contemplar moradores de rua, pessoas que vivem em locais de extremo risco e aqueles que perderam as casas durante as fortes chuvas que atingiram a capital no início do ano. Com as recentes entregas, Maceió deve ter no déficit habitacional uma redução de 21%.

Chuvas

Este ano, a cidade sofreu com fortes chuvas e o trabalho da gestão precisou ser ainda mais intenso. Ruas foram recuperadas, as encostas receberam obras de contenção e escolas passaram por reestruturação. Recursos próprios do Município foram, e continuam, sendo usados nos reparos da infraestrutura de Maceió.

Pavimentação no conjunto Jardim Petrópolis na Santa Amélia. Foto: Marco Antonio/ Secom Maceió

Pavimentação no conjunto Jardim Petrópolis na Santa Amélia. Foto: Marco Antonio/ Secom Maceió

“A chuva que caiu sobre a cidade foi muito maior do que a aguardada na quadra chuvosa. Na verdade, além do volume, tivemos chuvas por um período muito superior ao normal, o que atrapalhou a realização dos serviços de recuperação dos pontos mais críticos. Nosso objetivo sempre foi realizar um trabalho duradouro, não apenas paliativo, mas tivemos que agir diante da urgência e garantir”, destacou Rui.

Seminfra recupera a área degrada pelas chuvas, no Murilópolis. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Seminfra recupera a área degrada pelas chuvas, no Murilópolis. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Com o empenho das equipes da Prefeitura, obras executadas por secretarias, como as de Infraestrutura (Seminfra) e de Desenvolvimento Sustentável (Sedet), garantiram ações rápidas para devolver o ritmo normal à vida do cidadão. Entre os exemplos, está o que foi realizado no bairro do Mutange, quando serviços de contenção de encostas, orçados em R$ 260 mil, foram executados com recursos próprios do Município.

Obras de recapeamento estão sendo executadas por toda a cidade. Foto: Marco Antônio/ Secom Maceió

Obras de recapeamento estão sendo executadas por toda a cidade. Foto: Marco Antônio/ Secom Maceió

No Murilópolis, as obras de drenagem e recuperação da encosta ficaram entre as primeiras medidas emergenciais efetuadas após a liberação de recursos federais para serviços de restabelecimento de locais que sofreram com as ações das chuvas em Maceió. Paralelo a isso, uma operação de recuperação de vias também foi colocada em prática com recursos próprios. Diariamente, equipes da Seminfra iam aos principais corredores de transporte, danificados pela força das águas, para minimizar os transtornos causados pelos buracos abertos nas vias.

Veja também  Servidores são capacitados sobre gestão de resíduos

Com a liberação de R$ 24 milhões pelo Governo Federal, a gestão vai executar obras em mais 24 pontos da capital que foram atingidos pelas chuvas dos últimos meses. “Pleiteamos muito a chegada desses recursos, pois Maceió foi bastante prejudicada com as fortes chuvas. Agora podemos realizar um trabalho mais estrutural, renovando o asfalto de vias como o da Avenida Rotary”, frisou Rui.

Educação, Trabalho e Lazer

Com 202 anos, a cidade cresce e precisa de reforço em pastas como Educação, Trabalho e Lazer. Só em 2017, duas escolas foram entregues, aumentando o número de alunos em sala de aula. Já o Sine Maceió, encaminhou 2.112 trabalhadores para empresas e inseriu 897 trabalhadores no mercado de trabalho. No quesito lazer, foram entregues três praças (Riacho Doce, Acauã e Santos Dumont), uma área de convívio e lazer em Saúde, dois centros esportivos foram revitalizados (Gaiolão, no Eustáquio Gomes, e outro no Fernão Velho). O Espaço Beach Tênis, na Jatiúca, foi reestruturado, dois parques infantis sustentáveis instalados e os mirantes de Santa Terezinha, no Farol, e Rui Palmeira, na Chã da Jaqueira, revitalizados.

“A cidade cresce e temos que nos adaptar a isso com projetos que acompanhem seu ritmo. Além de serviços de infraestrutura, iluminação e limpeza, que são executados diariamente nas ruas de Maceió, temos que pensar nos maceioenses de forma geral e investir em Educação, em áreas de lazer e esporte, além de tentar levar mais gente para o mercado de trabalho. Assim o cidadão vai se sentir parte da cidade, vai nos ajudar a construir a história de Maceió”, finalizou Rui Palmeira.

Secom Maceió

 

Compartilhe: