Prefeitura assina contrato para coleta seletiva domiciliar

Nesta quarta-feira (24), o prefeito Rui Palmeira assina o contrato para a implantação da coleta seletiva domiciliar. Serão contratadas quatro cooperativas de recicladores que atenderão, nesse primeiro momento, 16 mil residências. O evento acontecerá no Sebrae, no bairro do Centro, a partir das 9 horas. Além do prefeito e do titular da Slum Davi Maia, a assinatura contará com a presença de representantes do Sebrae, da Braskem e do Ministério Público do Trabalho, parceiros do projeto.

Na última semana, a Superintendência Municipal de Limpeza Urbana (Slum), órgão responsável pela contratação, se reuniu com as presidentes das cooperativas para alinhar os últimos detalhes do processo. Serão contratadas a Cooplum, a Cooprel, do Benedito Bentes, e a Coopvila, da Serraria.

O processo de contratação vem sendo desenvolvido pela Prefeitura desde 2016 e será um marco para Maceió. “As cooperativas tiveram que se adequar para garantir toda a organização necessária”, disse Davi Maia.

O projeto também prevê a criação de Pontos de Entrega Voluntária, como os que já existem em três pontos estratégicos da cidade. Os locais a serem beneficiados são Praça da Faculdade, a Avenida Paulo Holanda, em frente ao Hospital Universitário, e a orla de Pajuçara.

As estações são contêineres que dispõem de espaços para a entrega de materiais recicláveis, que, após a doação feita pela população, são coletados e destinados adequadamente para a reciclagem. A Prefeitura trabalha para ampliar o projeto e levar as estações para outras localidades estratégicas.

Veja também  Pagamento da penúltima parcela do Edital das Artes será feito esta semana

Sarah Mendes/ Ascom Slum

Compartilhe: