Prefeitura disponibiliza informações online sobre Centro de Doenças Crônicas

Em funcionamento desde outubro de 2016, no Bloco B do PAM Salgadinho, o Centro de Referência em Doenças Crônicas, serviço que tem a proposta de estabelecer uma linha de cuidados para pacientes portadores de doenças como diabetes, hipertensão e obesidade, disponibiliza uma nova ferramenta para os profissionais das unidades de saúde. Com ela é possível contar com relatórios de referência e contrarreferência que serão utilizados para o encaminhamento desses pacientes das unidades para tratamento no Centro.

O material pode ser acessado por meio do endereço eletrônico www.maceio.al.gov.br/sms no ícone que fica ao lado direito da página identificado como “Centro de Referência em Doenças Crônicas”.

Segundo Edson Perroti, coordenador médico do Centro de Referência em Doenças Crônicas do município, o serviço é destinado a um público específico e não a todos os portadores de diabetes, hipertensão e obesidade que são atendidos pelo SUS. “O Centro atende a todos os pacientes que apresentarem complicações decorrentes dessas doenças. Para ter acesso ao serviço, esses pacientes precisam ser encaminhados pelos profissionais das unidades de saúde”, explicou.

O Centro de Referência em Doenças Crônicas se destaca por dar celeridade a marcação de exames e consultas para esses pacientes que precisam de atenção integral em relação às complicações que essas doenças podem trazer. O local também conta com a integração de uma equipe multiprofissional composta por assistente social, enfermeira, técnico de enfermagem, cardiologista, endocrinologista, nutricionista, psicólogo, cirurgião vascular e educador físico, que buscam o tratamento dessas comorbidades de forma integrada.

Veja também  Confira a programação da Seminfra para esta quinta-feira

Além disso, com a linha de cuidados, pode-se estabelecer uma trajetória desse paciente dentro do SUS e cada profissional estará capacitado para realizar intervenções de forma organizada e integrada com ações direcionadas para acolhimento, vínculo e responsabilização no encaminhamento desses pacientes.

Para o coordenador médico do Centro de Referência em Doenças Crônicas, Edson Perroti, a melhoria da qualidade da assistência e a resolutividade das demandas dos pacientes hipertensos, diabéticos e obesos é um dos principais objetivos do serviço. “Com o Centro podemos implantar as linhas de cuidado para esses pacientes, a estratificação de risco em todos os níveis de atenção e a disponibilização de exames de apoio e diagnóstico e medicamentos necessários para a continuação do tratamento”, ressaltou.

Ana Cecília da Silva – Ascom/SMS

Compartilhe: