Prefeitura executa obras de recuperação no Mutange

A Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), segue, nesta terça-feira (25), com obras de recuperação no bairro do Mutange. Os serviços foram iniciados no final de semana, após o rompimento de uma galeria de água pluvial na Avenida Major Cícero de Góes Monteiro. A obra tem como finalidade reestruturar a rede de drenagem e evitar que a água volte a entrar nas casas dos moradores. Técnicos da Defesa Civil Municipal também estiveram no local nesta terça-feira (25).

Seminfra trabalha na contenção de encosta no Mutange. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Técnicos da Defesa Civil de Maceió fizeram inspeção na região do Mutange. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

O secretário municipal de Infraestrutura, Ib Brêda, está acompanhando as ações das equipes operacionais do órgão desde o início das obras de recuperação. “A gente estava trabalhando no local desde quinta-feira (20) passada. Mas, no fim de semana, houve o rompimento. A água transbordou, passou do trilho do trem e atingiu as casas. Ainda no domingo, colocamos sacos de argila para conter a água. Depois, nossa preocupação foi desviar o curso dessa água para que ela tomasse o destino da rua, sem ultrapassar o trilho e sem atingir as residências. No entanto, só conseguimos fazer isso, efetivamente, na tarde e noite de ontem, após várias tentativas”, explica o secretário.

Secretário Ib Brêda acompanhou as ações no Mutange ontem durante o dia e início da noite

Secretário Ib Brêda acompanhou as ações no Mutange ontem durante o dia e início da noite

Com o suporte de uma empresa contratada, os trabalhadores da Seminfra desviaram a água por meio de uma calha feita com tubos PEAD e, nesta terça-feira, voltaram para iniciar a construção de uma sacaria com material mais resistente. O prazo para a conclusão dos trabalhos depende da ação da chuva. “Se o sol permanecer, o serviço deve durar de três a quatro dias”, explica Ib Brêda.  “Vamos fazer uma nova sacaria de solo-cimento, pois a que está lá foi feita, emergencialmente, com barro do próprio local. A nossa ideia é liberar a passagem do trilho do trem para o VLT trafegar normalmente, com essa nova sacaria que será feita”, afirma o secretário.

Suana Nobre / Ascom Seminfra

Compartilhe: