Prefeitura lança edital para o Maceió Verão e o São João de 2018

A Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), publicou, na edição desta sexta-feira (27) do Diário Oficial do Município (DOM), o edital destinado à contratação de empresa especializada em produção de eventos de grande porte para atuar na realização do Maceió Verão e do São João, em 2018.

Segundo o presidente da Fundação, Vinicius Palmeira, a licitação pública trará mudanças significativas ao perfil dos eventos. “O edital mudará o caráter e a forma de fazer eventos de grande porte em Maceió. Possibilitaremos que empresas com experiência nesse tipo de mercado disputem a concessão do espaço urbano do estacionamento do Jaraguá para a montagem dessas estruturas”, afirmou.

“A partir dessa licitação, o Município passa a ser um cotista e não o patrocinador integral ou majoritário, como vinha acontecendo até então. Dessa forma, queremos trabalhar a desoneração da Prefeitura para esse tipo de investimento, viabilizando com o executor a realização desses grandes eventos”, complementou.

A empresa selecionada ficará responsável pela administração da estrutura física, a qual compreende palco, som, iluminação, camarotes, áreas reservadas e um espaço de livre acesso com capacidade para 30 mil pessoas, além da produção executiva dos eventos. Após a licitação, o Município disponibilizará uma cota no valor de 1,5 milhão para a execução do Maceió Verão e outra no valor de R$ 2 milhões para a execução do São João 2018.

Veja também  Ônibus que passam pela Ladeira de Fernão Velho têm desvios de itinerários

Ainda de acordo com Palmeira, a crise e econômica que assola o País e os danos causados pelas fortes chuvas que atingiram Maceió este ano influenciam a aposta no novo formato. “É muito mais difícil para o Município, nesse momento, bancar eventos desse porte de forma majoritária, por isso, apostamos nesse novo formato e na experiência dessas empresas com a captação de recursos privados e operacionalização de grandes eventos”, disse.

“No entanto, desenharemos sempre o formato desses eventos, os quais continuarão sendo os eventos oficiais da cidade, garantindo, sobretudo, a participação dos artistas alagoanos e o acesso gratuito do público. Essas serão sempre nossas prioridades”, concluiu o presidente.

Robson Muller/ Ascom Fmac

Compartilhe: