Professores poderão ter gratuidade nos ônibus urbanos de Maceió

Luciano Milano/Dicom

Os vereadores derrubaram parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ao projeto de lei que garante gratuidade aos professores da rede pública da capital nos ônibus urbanos. A derrubada aconteceu durante sessão ordinária desta terça-feira (23). De autoria da vereadora Silvânia Barbosa (PRB), o projeto de lei foi apresentado no dia 9 de fevereiro deste ano. Com isso, o PL segue com sua tramitação e deve ser colocado em votação em duas discussões, no Plenário, nos próximos dias.

Para a autora, a iniciativa significa uma conquista importante para os professores, sobretudo para aqueles que trabalham em locais distantes de onde moram. “Estive conversando com alguns professores da rede de ensino de Maceió e eles reclamaram que, infelizmente, muitos são deslocados para ir trabalhar em áreas distantes de onde moram. Isso dificulta a vida dos educadores porque têm que pagar passagens em um valor que foge ao orçamento mensal da categoria”, declarou.

Além desse texto, Silvânia Barbosa teve outro projeto que também recebeu sinal verde do Plenário para seguir com a tramitação na Casa.
.
“Este outro projeto de lei autoriza o poder Executivo a celebrar convênio com clínicas médicas com o objetivo de implantar o programa meia consulta para pacientes hipossuficientes de Maceió”, informou a parlamentar, explicando que a iniciativa vai beneficiar um grande número de portadores de doenças graves que não tem condições de arcar com os custos do tratamento.

Veja também  Roubo constante de cabos no Pontal prejudica iluminação

ORDEM DO DIA – Além dos dois projetos de Silvânia Barbosa, os vereadores também discutiram e aprovaram requerimentos e indicações solicitando e sugerindo uma melhor qualidade de vida para os maceioenses. Entre eles, instalação de quebra-molas na rua Escrivão José de Souza, no Poço, requerimento de Simone Andrade, aprovado em discussão única; criação em Maceió da parada de ônibus segura para mulheres, em horários noturnos no itinerário do transporte coletivo da capital, projeto de lei de Tereza Nelma (PSDB) aprovado em segunda discussão.

Ainda sobre a Ordem do Dia, os vereadores aprovaram instituir no calendário oficial de Maceió o dia 27 de março como data comemorativa de aniversário do bairro Benedito Bentes, projeto de Silvânio Barbosa (PMDB), aprovado em segunda discussão.

Fonte: CMM

Compartilhe: