Salas do Empreendedor orientam micro e pequenos empresários

As Salas do Empreendedor prestam consultoria especializada para dar mais segurança na hora de planejar a abertura de um negócio. Com três unidades em Maceió – nos bairros de Jacintinho, Benedito Bentes e Jaraguá -, o equipamento disponibiliza orientação gratuita aos MEIs (Micro Empreendedor Individual), por meio de consultores do Sebrae Alagoas, além de serviços como formalização empresarial, emissão de certidões e notas fiscais, impressões de guias de pagamento e informações sobre licitações.

“O Brasil hoje é um país empreendedor. Alagoas segue essa tendência. Mas o motivo pelo qual as empresas fecham é a falta de planejamento. Hoje as empresas são abertas por necessidade, por falta de opção de emprego. O risco acaba sendo imenso. Por isso, as consultorias são uma forma de orientar o empresário a conseguir alcançar seu sucesso no mundo dos negócios”, explica o consultor do Sebrae Alagoas, Carl William.

O consultor explica que as ações descentralizadas das Salas do Empreendedor, realizados nos meses de abril e maio nos bairros do Jacintinho, Benedito Bentes e Graciliano Ramos, alcançaram mais de 100 MEIs. O número total de atendimentos descentralizados chegou a 570. “Quando estivemos nas ações itinerantes e falamos para aqueles que ainda não eram MEIs, mas que tinham potencial para ser, sobre os benefícios de se formalizarem, ele queriam aderir. Os que hoje estão na informalidade são acolhidos através das nossas orientações”, afirma o consultor.

Veja também  Município homologa licitação para fornecimento de material esportivo

Formalização

Quando o empresário sai da informalidade e vira um MEI, de acordo com o Sebrae, ele começa a ter sua cidadania empresarial e social. “Ele começa a trabalhar de forma tranquila, sem susto. É uma situação que não muda muito com relação à carga tributária, mas garante segurança jurídica e social”, orienta o consultor do Sebrae.

Para ser microempreendedor individual, é necessário não ter participação em outro empreendimento como sócio ou titular, trabalhar de forma individual e ter um faturamento anual de R$ 60 mil.

A documentação necessária para se tornar um MEI é a carteira de identidade e CPF (original e cópia), cópia do comprovante de endereço comercial, cópia do comprovante de endereço residencial, caso tenha declarado Imposto de Renda Física nos últimos dois anos, cópia do recibo de entrega de declaração de imposto de renda e cópia do título de eleitor.

Salas do Empreendedor

As Salas do Empreendedor fazem parte de um convênio firmado na parceria entre a Prefeitura de Maceió, por intermédio da Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), o Sebrae Alagoas e a Associação Comercial de Maceió. O objetivo é incentivar o empreendedorismo, apoio aos empresários e a formalização de pequenos negócios na capital alagoana.

Ascom Semtabes

Compartilhe: