Saúde promove ações para o Dia Mundial sem Tabaco

As Coordenações dos Núcleos de Cessação do Tabagismo das Secretarias Municipal de Saúde (SMS) e Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) promoveram na manhã desta quarta-feira (17), no Hospital Escola Portugal Ramalho (Farol), uma ação conjunta em comemoração à passagem do Dia Mundial sem Tabaco, celebrado no próximo dia 31 de maio. O Portugal Ramalho é uma das instituições que fazem parte da rede municipal do Programa de Cessação do Tabagismo.

As atividades tiveram início com a apresentação do coral Saúde em Canto, composto por servidores da SMS. Logo em seguida, houve a exibição de vídeos educativos sobre os males causados pelo cigarro e foi realizada a apresentação da equipe que compõe o Núcleo de Cessação do Portugal Ramalho. A ação foi direcionada a usuários e servidores que já fazem parte do grupo atendido pelos profissionais do local.

Todas as unidades mantêm um grupo multidisciplinar, reunindo fisioterapeutas, assistentes sociais, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, educadores físicos e médico, que formam turmas de pessoas interessadas em largar o vício do tabaco. Esse ano, a campanha do Dia Mundial sem Tabaco trouxe como tema “Tabagismo: uma ameaça ao desenvolvimento sustentável”, que deve alertar para os prejuízos que o cigarro traz não só para a saúde, mas também para o meio ambiente.

nucleo3

Para Vetrúcia Teixeira, coordenadora do Programa Estadual de Controle do Tabagismo, o plantio do tabaco causa uma série de danos ao meio ambiente “A Organização Mundial de Saúde traz essa discussão tanto para quem produz cigarro, quanto para quem consome. A produção e o consumo do tabaco causam grandes impactos ambientais, como o uso de lenha para aquecer estufas que secam as folhas de tabaco, o que leva ao desmatamento que traz desequilíbrios para os rios e também na quantidade de oxigênio que circula por conta da derrubada de árvores”, afirmou.

Veja também  Prefeitura estende integração temporal para mais 16 linhas

Já Gilda Teodósio, coordenadora do Núcleo de Cessação do Tabagismo da SMS, destacou a atuação do Núcleo dentro do município. “O primeiro Núcleo surgiu em 2013 no II Centro de Saúde e hoje já conseguimos descentralizar o atendimento para diversos outros locais como o Portugal Ramalho, Hospital Universitário, Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas (Caps AD) Everaldo Moreira e nas Unidades de Saúde Dídimo Otto Kummer e Aliomar Lins com as equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família”, explicou.

nucleo1

O objetivo da descentralização é facilitar o acesso do usuário de qualquer parte da cidade disposto a abandonar o vício do tabaco. A SMS já está em processo de formação de novas equipes para o Núcleo que será instalado na Unidade de Saúde Durval Cortez, no Prado.

A data

O Dia Mundial de Combate ao Tabagismo foi criado há 30 anos, pela lei federal nº 7.488. Essa data tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo cigarro.

Os núcleos

Cada turma tem duração de três meses. O método utilizado pela equipe é baseado no conteúdo de quatro livretos lançados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA). O primeiro: entender por que se fuma e como isso afeta a saúde; o segundo: os primeiros dias sem fumar; o terceiro: como vencer os obstáculos para permanecer sem fumar e finalmente o quarto: benefícios obtidos após parar de fumar.

Ana Cecília da Silva – Ascom/SMS

Compartilhe: